Milan enfrenta Juventus buscando quebrar jejum de Copa Itália e ‘salvar’ temporada

Após terminar em sétimo na Serie A, rossoneri veem a taça da competição como a salvação para um 2015/16 abaixo do esperado; Diavolo não conquista torneio desde 2002/03

Milan enfrenta Juventus buscando quebrar jejum de Copa Itália e ‘salvar’ temporada
Arte: Hugo Alves/VAVEL Brasil
Milan
Juventus
Milan: Donnarumma; Calabria, Zapata, Romagnoli e De Sciglio; Poli, Montolivo e Kucka; Honda, Bacca e Bonaventura. Treinador: Cristian Brocchi.
Juventus: Buffon; Rugani, Barzagli e Chiellini; Lichtsteiner (Cuadrado), Sturaro (Lemina), Hernanes, Pogba e Alex Sandro (Asamoah); Mandzukic e Dybala. Treinador: Max Allegri.
ÁRBITRO: Gianluca Rocchi (ITA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela final da Copa Itália, a ser realizada no estádio Olímpico de Roma, em Roma, na Itália.

A decisão da Copa Itália, marcada às 15h45 deste sábado (21), no estádio Olímpico de Roma, traz contornos totalmente distintos para os times que entrarão em campo. Apenas sétimo colocado na Serie A, o Milan vê a competição como a salvação para uma temporada marcada por falta de planejamento da diretoria, além de dar vaga direta à próxima Uefa Europa League. À Juventus, pentacampeã consecutiva da Serie A, conseguir a Copa Itália seria mais uma constatação da soberania bianconera em toda a Itália.

LEIA MAIS: Papa recebe elencos de Juventus e Milan no dia antecedente à final da Copa Itália

Devido aos maus resultados das temporadas anteriores, o Milan iniciou a Copa Itália ainda nas primeiras fases. Para chegar às oitavas de final, bateu Perugia e Crotone. Depois, o time de Milão chave teoricamente mais tranquila: Sampdoria, Carpi e Alessandria. Em meio a atuações pouco convincentes, passou pelos três adversários e alcançou a final da competição. Em caso de vitória neste sábado, o time rossonero irá quebrar um jejum de 13 anos sem conquistar a competição.

Já a Juventus, atual detentora do título, iniciou sua caminhada na Copa Itália 2015/16 nas oitavas de final: goleou o arquirrival Torino e passou de fase. Nas quartas, um placar mínimo deu a classificação à Juve contra a Lazio. Diante da Internazionale, nas semifinais, venceu sem dificuldades o jogo de ida, por 3 a 0, mas perdeu pelo mesmo placar na partida de volta. Nos pênaltis, porém, deu Vecchia Signora.

Brocchi promove mudanças no Milan

Jogadores do Milan fizeram treinaram no estádio Olímpico nessa sexta-feira (20) (Foto: Divulgação/Milan)
Jogadores do Milan fizeram treinaram no estádio Olímpico nessa sexta-feira (20) (Foto: Divulgação/Milan)

Ainda sem saber se irá permanecer para a próxima temporada, o técnico do Milan, Cristian Brocchi, deve mudar o esquema tático da equipe para o 4-3-3 visando o clássico contra a Juventus. O treinador também precisará fazer mudanças forçadas em sua defesa.

Com os laterais Abate e Antonelli lesionados, o comandante teve apostar no jovem Calabria para assumir a lateral direita, enquanto De Sciglio é o mais cotado para ocupar a esquerda. Na meta, Donnarumma, de apenas 17 anos, está confirmado. A zaga, por fim, deve ser composta por Zapata e Romagnoli.

No meio-campo, o capitão Montolivo retorna à titularidade após perder a partida contra a Roma, válida pela última rodada da Serie A, devido ao nascimento de sua filha. O camisa 18 terá a companhia de Kucka e Poli.

LEIA MAIS: Berlusconi ameaça não pagar jogadores do Milan se equipe continuar jogando mal

Como abdicou do 4-3-1-2, Brocchi terá três jogadores no comando de ataque: Honda caindo pelo flanco direito, Bonaventura atuando pela ponta esquerda e Bacca, artilheiro da temporada milanista (20 gols), como referência.

Em entrevista coletiva nessa sexta-feira (20), em Roma, Brocchi minimizou uma possível saída do Milan caso não consiga levar o clube ao título. O contrato do ex-jogador termina em junho deste ano. “O que conta é final. Eu ficaria feliz se continuar no Milan, mas Brocchi não é importante no momento. O que importa é a equipe jogar bem na final. Se eu não continuar no clube na próxima temporada, terei tido uma experiência maravilhosa”, disse.

Allegri faz mistério

Allegri na sala de imprensa do estádio Olímpico (Foto: Divulgação/Milan)
Allegri na sala de imprensa do estádio Olímpico (Foto: Divulgação/Juventus)

Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, fez mistério em entrevista coletiva nessa sexta-feira, em Roma, e não deu muitas pistas sobre o time que irá entrar em campo para disputar a final da Copa Itália. O comandante afirmou que distribuirá seus comandados em campo num esquema com três zagueiros: 3-5-2.

O goleiro brasileiro Neto, que atuou nos últimos jogos da Juventus da Copa Itália, será o titular. Allegri também deu a entender que Mandzukic e Dybala formarão a dupla de ataque. “Amanhã [sábado] é provável que Mandzukic e Dybala vão jogar”, afirmou.

LEIA MAIS: Dybala nega transferência com Real Madrid: “Meu futuro será definitivamente na Juventus”

Vamos jogar com uma defesa formada por três homens, e os que jogarão são os únicos disponíveis: Rugani, Barzagli e Chiellini. Então, como eu já disse, é muito provável que Mandzukic e Dybala vão jogar. Morata e Zaza são dois jogadores que podem mudar o jogo no decorrer do encontro, assim como já fizeram na Serie A durante a temporada”, esclareceu.

Allegri não poderá contar com o zagueiro Bonucci, suspenso, e o meio-campista Khedira, com uma lesão muscular. O defensor Cárceres e o meio-campista Marchisio, contundidos, também são ausências confirmadas.

Allegri garantiu por enquanto apenas Pogba no meio-campo: “Eu ainda tenho que decidir quem vai jogar no meio de campo. Além de Pogba, há dois jogadores que preciso escolher: um para ficar à frente da defesa e outro para ficar do lado direito do meio-campo”.