Após brilhar na estreia, Itália encara Suécia para se classificar de maneira antecipada

Azzurra venceu a Bélgica, considerada por muitos uma das favoritas na competição, na abertura; destaque dos suecos, Ibrahimovic terá mais um desafio após primeira partida apagada

Após brilhar na estreia, Itália encara Suécia para se classificar de maneira antecipada
Fotomontagem: Editoria de Artes/VAVEL
Itália
Suécia
Itália: Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Candreva, Parolo, De Rossi, Giaccherini, De Sciglio; Pelle, Eder.
Suécia: Isaksson; Lindelof, Johansson, Granqvist, Olsson; Larsson, Lewicki, Kallstrom; Forsberg, Berg, Ibrahimovic.
ÁRBITRO: Viktor Kassal (HUN).
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Grupo B da Eurocopa 2016. Realizada no Estádio Municipal de Toulouse, em Toulouse, na França;

Na manhã desta sexta-feira (17), às 10h, a Eurocopa pode conhecer a sua terceira seleção classificada às oitavas de finais da competição. Com três pontos ganhos, a Itália encara a Suécia pela segunda rodada do Grupo E: se vencer, garante antecipadamente sua vaga à próxima fase da competição.

Desconfiança: esta era a palavra que sondava a mente dos atletas e da comissão técnica da Azzurra pré-eurocopa. Com uma mescla de garotos e atletas experientes, os italianos buscam uma equipe consistente há muito tempo. Para os mais "radicais", a Itália não têm uma equipe competitiva desde o título mundial em 2006, contudo, a raça e determinação italiana dentro de campo levaram a equipe para a decisão da última Euro. Já na estreia desta edição, uma vitória para "lavar a alma" diante da talentosa Bélgica foi o suficiente para muitos olharem de uma maneira diferente a squadra liderada por Buffon.

Com as expectativas sempre em torno de Zlatan Ibrahimovic, a jovem seleção sueca decepcionou na estreia diante da Irlanda, considerada a seleção mais fraca do grupo. Agora com a obrigação de vencer alguns dos favoritos para seguir sonhando com a classificação, os suecos se espelham na equipe de 2004. Naquela ocasião, Ibrahimovic ainda não era um "deus", como o mesmo se intitula, mas apenas um garoto, e foi justamente com um tento dele que a Suécia empatou a partida já no fim, que acabaria culminando na eliminação precoce da Azzurra na Eurocopa de Portugal.

Preocupado, Buffon alerta sobre as dificuldades da Azzurra após estreias

Experiência é algo que certamente não falta para Gianluigi Buffon. São cinco Copas do Mundo e quatro Eurocopas até o momento na carreira de Gigi, suficientes para o arqueiro alertar sobre o problema que têm sido frequente para a sua seleção.

"Temos sofrido bastante em nossas segundas partidas quando se trata de grandes competições", afirmou Buffon na última coletiva de imprensa.

O alerta de Buffon realmente faz sentido. Por exemplo, a Azzurra não venceu nenhuma de suas partidas pós-estreia nas duas últimas edições de Copa do Mundo (empate na África do Sul diante da Eslováquia e derrota para a Costa Rica no Brasil). Na Euro, as derrotas pós-estreia começaram justamente com o empate diante da Suécia em 2004, após isso foram dois empates dois empates com Romênia e Croácia.

"Estamos aqui para mudar o rumo desta história. Nosso início foi bem empolgante, estávamos esperando por uma partida tão boa quanto esta. É complicado quando se trata de nossa seleção, você pode ser superior e não vencer, ou pode vencer atuando mal que sempre vão colocar nossa equipe para baixo", desabafou.

Ex-companheiro de Ibra na Juventus, Buffon comentou sobre a cautela que a Azzurra deve ter com o sueco, mas ressaltou que a atenção não deve ser apenas para o atacante.

"Temo que ele seja mais uma vez aquele atleta que muda o rumo da partida. Porém, a Suécia não tem apenas ele. Mas seu talento acima da média somado com sua personalidade acaba apagando um pouco o brilho dos outros, principalmente dos mais jovens", concluiu.

Foto: Handout/Getty Images
Foto: Handout/Getty Images

Ekdal demonstra preocupação, já Ibrahimovic: "Podemos vencê-los"

Ex-atleta do recém promovido à Serie A Cagliari, o meia Albin Ekdal disse não estar surpreso após a ótima partida apresentada pela Azzurra na estreia. 

"Eles estão mais fortes do que esperávamos. Nossa mente já saiu completamente após lamentarmos os pontos deixados contra a Irlanda, agora nosso foco está completamente em vencer a Itália", afirmou ao ser escolhido para a última coletiva pré-jogo.

"Temos que estar atentos, na estreia eles estavam focados ao máximo principalmente na sua linha de defesa com três zagueiros. Será sem dúvidas uma partida muito complicada", concluiu.

Se um lado demonstra estar com os "pés no chão", o outro segue com a confiança que lhe acompanha desde seu início de carreira, e não é preciso conhecer muito de futebol para saber de quem estamos falando.

Após uma estreia sem brilho, o até o momento desempregado Zlatan Ibrahimovic citou que a equipe deve melhorar, mas que a vitória não é impossível para os suecos surpreenderem mais uma vez os italianos em uma edição de eurocopa.

"O resultado não foi dos piores diante da Irlanda, o importante foi ter pontuado em uma estreia, que é algo sempre complicado. Obviamente temos que melhorar em alguns pontos expecíficos, mas podemos vencer tranquilamente a Itália", finalizou.

Foto: Jonathan Nackstrand/Getty Images
Foto: Jonathan Nackstrand/Getty Images