Após presidente da Inter indicar interesse, agente de Gabriel Jesus nega contato

Erick Thohir citou nome do jovem brasileiro ao falar do mercado interista, mas empresário nega qualquer conversa

Após presidente da Inter indicar interesse, agente de Gabriel Jesus nega contato
Boas atuações do jovem atacante tem despertado interesse de clubes estrangeiros (Foto: César Greco/Ag. Palmeiras)

O jovem Gabriel Jesus tem sido muito comentado pelo futebol europeu nas últimas semanas, com jornais de vários países colocando o atacante na mira de clubes como o sempre poderoso Barcelona. Porém, o mais recente admirador do goleador, que possui apenas 19 anos e já marcou sete vezes em onze aparições no Brasileirão 2016, atende por Internazionale. A notícia não foi plantada pela imprensa local, e sim dada pelo presidente do clube.

Leia mais: Presidente do Sassuolo garante saída de Berardi para Juventus ao fim da temporada 2016/17

Erick Thohir, agora dono de 31% das ações nerazzurras e ainda presidente da Inter, afirmou com todas as letras possíveis que o grupo chinês Suning, proprietário majoritário do clube desde o início do mês de junho, guarda forte interesse no futebol de Jesus. A empresa oriental realmente prometeu investir de maneira forte na equipe interista, mantendo também os olhos sobre Domenico Berardi e Antonio Candreva - o último está a disputar a Euro 2016.

Contudo, Thohir soltou que a Inter não busca um grande número de atletas. Sendo assim, o grupo Suning deve buscar os alvos escolhidos até o fim, sem se impor tantos limites no lado financeiro. Logo depois das declarações do indonésio Erick Thohir, o empresário Christian Simoes, agente do palmeirense Gabriel Jesus, tratou de cortar o barato italiano: "Se já falamos com a Inter? Até agora não. Não tivemos contato com a Inter", disse ele ao site Calciomercato.

"É bom ouvir isso (sobre o interesse), embora não tenha lido nada disso no Brasil. Mas se eles quiserem o Gabriel, terão de falar conosco. O Palmeiras quer manter Gabriel e não dará qualquer desconto, por isso vamos ver o que acontece", seguiu comentando o agente. Que, antes de finalizar a sincera entrevista, deixou no ar: "Jogar na Europa seria fantástico, vamos ver o que acontece".