Perfeccionista e ambicioso, Montella é apresentado no Milan visando retorno à Europa

Treinador garante trabalhar duro para fazer clube voltar a disputar competições europeias

Perfeccionista e ambicioso, Montella é apresentado no Milan visando retorno à Europa
Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, e Vincenzo Montella durante a apresentação na sede do clube, em Milão (Foto: Divulgação/Milan)

Treinador escolhido para dar início à nova era do Milan, que terá a presença de investidores chineses a partir da próxima temporada, o italiano Vincenzo Montella, de 42 anos, foi apresentado nesta quinta-feira (7), na sede do clube, em Milão, e falou sobre suas ambições à frente da equipe rossonera durante os próximos dois anos.

O ex-comandante da Sampdoria se mostrou um verdadeiro perfeccionista. “Desde que comecei a treinar, a minha paixão pelo jogo sempre me empurrou mais e mais em busca da perfeição”, disse. “Estou muito feliz por estar aqui. Estou cheio de energia e estou ansioso para passá-lo para a equipe. Estou muito focado no trabalho. Passamos por três dias muito cansativos, mas agora estamos prontos para dar início”, acrescentou.

Com contrato até junho de 2018, Montella chegou a Milão na segunda-feira (4) passada e visitou o centro de treinamento do clube, Milanello. O técnico assume o time rossonero em um momento de transição da diretoria, onde o presidente Silvio Berlusconi, após 30 anos à frente da agremiação, irá vender 80% das ações do clube a um grupo de chineses. Montella reconheceu que era uma atitude a ser tomada para o bem do clube e exaltou o ex-primeiro-ministro italiano.

Não é fácil, mas, às vezes, há sacrifícios que têm de serem feitos. Foi uma grande emoção encontrar o presidente: a maneira de ele ver e jogar futebol apanhando completamente a imaginação de nós como filhos. Fisicamente, eu o vi bem, estou feliz”, afirmou o treinador sobre Berlusconi, que ficou internado por três semanas no hospital San Raffaele de Milão após passar por uma cirurgia no coração.

Um dos objetivos de Montella no Milan será reerguer o clube. Sete vezes campeão da maior competição de clubes do mundo, a Uefa Champions League, o Diavolo irá para a terceira temporada consecutiva sem disputar uma competição europeia. O comandante reconheceu que esse cenário precisa mudar.

É inaceitável que o Milan não esteja disputando uma competição europeia, mas vamos trabalhar duro para garantir que o clube volte em breve ao lugar que ele merece. O objetivo mínimo é chegar à Europa, este é o nosso dever”, frisou. “Eu não gosto de fazer grandes declarações. Você tem que trabalhar em conjunto para alcançar as metas que nós estabelecemos como um time. Não vai ser fácil, mas estou convencido de que vamos conseguir”, completou.

O primeiro compromisso de Montella à frente do Milan será no próximo dia 16 (sábado), contra o Bourdeux, em amistoso a ser realizado no estádio Armand-Cesari, na França. Ainda neste mês de julho, o time italiano irá disputar o torneio de pré-temporada International Champions Cup, nos Estados Unidos.