Maldini dispara contra diretoria do Milan: "Não existe comando no clube atualmente"

Ídolo do Diavolo também lamenta a falta de jogadores identificados com a agremiação na cúpula rossonera

Maldini dispara contra diretoria do Milan: "Não existe comando no clube atualmente"
Cotado no Milan, Maldini dispara: "Não existe comando no clube atualmente" (Foto: Amin Mohammad Jamali/Getty Images)

O ex-jogador e ídolo do Milan, Paolo Maldini, concedeu uma entrevista para o jornal espanhol Marca e não poupou críticas para a atual direção do clube, afirmando que não existe um comando, nem funções bem definidas. Para o ex-camisa 3 rossonero, isso acaba refletindo em campo com os resultados ruins do clube.

Existe muita confusão dentro do clube. Não existem funções definidas e nem uma autoridade por parte do presidente e isso, inevitavelmente, acaba refletindo nos resultados da equipe que há algum tempo já não são bons. Acredito que o clube necessite de pessoas que entendam de futebol e também que tenham feito parte do Milan vencedor de há alguns anos. Têm vários jogadores que fizeram parte da história do clube que poderiam ajudar nesse momento, mas não é assim que pensam...”, salientou o italiano, que jogou toda a sua carreira de jogador com a camisa do Milan, disputou mais de 900 jogos e venceu tudo que era possível.

Quando indagado se estava falando de si próprio, a lenda italiana negou, mostrou respeito por quem está atualmente na diretoria do Diavolo e ressaltou que pensa diferente dessas pessoas que lá estão. “Não disse que precisa ser eu. Com todo o respeito por quem está hoje no Milan, mas eu tenho uma ideia de futebol muito diferente, mas eles estão dentro do clube e fazem a gestão disso da forma que acham mais conveniente”, encerrou.

O Milan foi vendido oficialmente há alguns dias e muito se especula sobre quem entrará na diretoria do clube e um dos principais nomes é justamente o de Paolo Maldini, juntamente com Demetrio Albertini. A única certeza por enquanto, é que Marco Fassone assumirá seu cargo de diretor assim que o grupo chinês tomar posse oficialmente do Diavolo.