Roma deslancha no segundo tempo e goleia Udinese na abertura da Serie A

Perotti marcou duas vezes em partida que marcou a estreia do lateral-direito Bruno Peres, ex-Santos

Roma deslancha no segundo tempo e goleia Udinese na abertura da Serie A
Foto: Divulgação/ASRoma
Roma
4 0
Udinese
Roma: Szczesny, Manolas (Fazio), Emerson (Juan Jesus), Vermaelen, Bruno Peres; Paredes, Nainggolan, Strootman, El Sharaawy (Perotti); Salah, Dzeko. Técnico: Luciano Spalletti.
Udinese: Karnezis, Heurtaux (Angella), Samir, Danilo, Widmer; Badu, Fofana (Lodi), Adnan, Hallfredsson, Rodrigo de Paul (Peñaranda); Zapata. Técnico: Giuseppe Iachini.
Placar: 1-0, min. 64, Perotti. 2-0, min. 75, Perotti. 3-0, min. 83, Dzeko. 4-0, min. 85, Salah.
ÁRBITRO: Árbitro: Marco di Bello. Amarelos: Udinese- Samir, Danilo.
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do Campeonato Italiano 2016, realizada no estádio Olímpico de Roma, em Roma, Itália.

Na tarde desde sábado (20), a Serie A teve seu pontapé inicial. No estádio Olímpico de Roma, capital italiana, a Roma começou com o pé direito, ao golear a Udinese por 4 a 0, sendo os quatro gols na segunda etapa. Diego Perotti duas vezes, aos 19 e aos 30 minutos, Dzeko aos 38 e Salah, dois minutos depois, construiram o placar giallorossi.

Na próxima rodada, a equipe romanista vai até Cagliari, no domingo (28), enfrentar os donos da casa, no Sant'Elia, a partir das 15h45, horário de Brasília. Já a Udinese recebe em casa o Empoli, no mesmo dia e horário.

Pouco criativo, a falta de gols fez jus ao primeiro tempo

Apesar de exercer seu papel de mandante e começar no ataque, os giallorossi não conseguiram levar perigo real ao gol zebrette. O primeiro chute a gol veio do estreante Bruno Peres, aos 10 minutos, para defesa tranquila do goleiro Karnezis. A alternativa dos arremates de fora da área foi muito explorada pelas duas equipes, o que resultava em uma rasa construção de jogo no meio de campo. A primeira aparição da equipe de Udine na frente foi aos 17, em chute de Zapata, tranquilamente amortecido por Szczesny.

Quando alguém optou por outra forma de atacar, o perigo finalmente apareceu. Aos 25 minutos, Hallfredsson recebeu cruzamento de Zapata, cabeceando a direita do gol da Roma. A equipe romanista conseguia manter a posse de bola, mas não produzia o suficiente. Aos 41, após cobrança de escanteio feita por Samir, Nainggolan completou de direita, passando pertinho do gol, sendo esta a melhor chance romanista na primeira etapa.

Onde passa o boi, passa a boiada e a goleada veio com faciliade

No segundo tempo, mais precisamente aos 12 minutos, o momento que mudaria o panorama da partida: Perotti entrou no lugar de El Shaarawy. O camisa 9 da Roma já entrou dando uma assistência precisa para Paredes mandar de fora da área e obrigar o goleiro zebrette a fazer boa defesa. O volume de jogo do time mandante aumentou e, aos 19 minutos, o primeiro ato do show. Pênalti de Danilo em Dzeko. Perotti cobrou e guardou no canto direito. 1 a 0 Roma. 

Assustado com o crescimento da Roma, a Udinese, ainda assim, tentou reagir, chegando ao ataque por duas vezes, em uma mini-pressão. Peñaranda, aos 26 e Zapata, no minuto seguinte, perderam duas chances de empatar o placar e minimizar o impacto do gol sofrido. Porém, quem chegou lá foram os giallorossi. Em um pênalti polêmico de Badu em Salah, Perotti, de novo, desta vez invertendo o canto, marcou seu segundo gol no jogo.

Baqueada pelo resultado, a Udinese não reagiu mais e assistiu mais dois gols da Roma. Aos 38, Nainggolan, na raça, conseguiu um cruzamento de carrinho e a bola ficou limpa para Dzeko se consagrar e fazer o terceiro. Dois minutos depois, Salah, em um chute de fora da área que, dessa vez, deu certo, mandou no canto direito, completando o placar.