Juventus supera Lazio com gol de Khedira e mantém invencibilidade de 13 anos

Time romano não consegue vencer equipe de Turim pela Serie A desde 2003

Juventus supera Lazio com gol de Khedira e mantém invencibilidade de 13 anos
Foto: Divulgação/Juventus
Lazio
0 1
Juventus
Lazio: Marchetti; Bastos, De Vrij, Radu; Basta (Djordjevic, min. 71), Parolo, Biglia, Lukaku (Patric, min. 63); Felipe Anderson, Immobile, Lulic (Sergej Savic, min. 58). Técnico: Simone Inzaghi.
Juventus: Buffon; Barzagli, Benatia, Chiellini; Dani Alves (Lichtsteiner, min. 73), Khedira, Lemina, Asamoah, Alex Sandro; Dybala (Pjaca, min. 87), Mandzukic (Higuaín, min. 65). Técnico: Massimiliano Allegri.
Placar: 0-1, min. 70, Khedira.
ÁRBITRO: Marco Guida (ITA). Cartões amarelos: Radu (min. 18), Alex Sandro (min. 42), Lemina (min. 61).
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada da Serie A, realizada no estádio Olímpico de Roma, em Roma, na Itália.

Neste sábado (27), a Juventus jogou para o gasto e derrotou a Lazio, por 1 a 0, no estádio Olímpico de Roma, em jogo válido pela segunda rodada da Serie A. O único gol da partida saiu dos pés do meio-campista Sami Khedira. Com o resultado positivo, a Juve mantém uma invencibilidade de 13 anos sobre os romanos, que não sabem o que é derrotar os bianconeri na liga desde 2003.

A vitória deixa a Juventus no topo da classificação, com seis pontos. Já a Lazio, que havia vencido na rodada de estreia do certame, aparece na quinta colocação, com três pontos, e pode cair para o meio da tabela no decorrer da segunda rodada.

A Serie A, assim como os outros campeonatos europeus, dará uma pausa devido à data Fifa, período que as seleções realizam amistosos. Por isso, Juventus e Lazio só voltam a entrar em campo no dia 11 (domingo) de setembro. O time de Turim recebe o Sassuolo, no Juventus Stadium, enquanto a equipe da capital encara o Chievo, em Verona.

Primeiro tempo equilibrado e com poucas oportunidades de gol

Lazio e Juventus se estudaram bastante no primeiro tempo. Ainda que o time de Turim não tenha ímpeto da última temporada, a equipe romana se fechava com duas linhas bem compactas na defesa para dificultar a infiltração dos bianconeri. No ataque, os comandados de Simone Inzaghi exploravam a velocidade de Felipe Anderson e Jordan Lukaku pelas beiradas do campo, mas sem levar perigo à meta de Buffon.

A Juventus criou somente duas oportunidades de gol nos primeiros 45 minutos. A primeira, com Dybala. O brasileiro Alex Sandro pressionou a saída de bola da Lazio, dividiu a bola e, na sobra, o atacante argentino testou firme; Marchetti fez a defesa. Aos 34 minutos, o goleiro laziele teve de trabalhar de novo. Daniel Alves cruzou na área, Asamoah bateu estranho na bola e Marchetti evitou o gol da Juve. A Lazio, por sua vez, não conseguiu produzir nenhuma chance de tento.

Juventus pressiona e Khedira dá vitória aos visitantes

A Juventus retornou do intervalo bem mais ofensiva. Prova disso foram duas boas chances seguidas de Mandzukic e Dybala aos 56 minutos. No rebote do goleiro Marchetti em chute potente do atacante croata, Dybala abriu espaço na defesa da Lazio e bateu rasteiro, queimando o gramado, à esquerda do gol.

Atraindo os donos da casa para seu campo defensivo, a Juventus passou a usar os contra-ataques como principal arma no segundo tempo. Em um dos contragolpes, Khedira quase inaugurou o marcador; a bola passou tirando tinta do poste esquerdo. Minutos depois, contudo, o meio-campista alemão não perdoou. Recebeu lindo passe de Dybala e concluiu rasteio para o fundo da rede.

Com pouco poderio ofensivo, a Lazio foi assustar o gol de Buffon pela primeira vez aos 75 minutos. Immobile arriscou de fora da área, a bola desviou na defesa e sobrou para Patric, que arrematou para cima. Aos 86, Parolo também tentou um disparo de longa distância, mas Buffon encaixou e não largou a redonda. Assim, a Juventus cadenciou o final de jogo e alcançou a segunda vitória na competição.