Eliminada nos playoffs da Champions, Roma visita Viktoria Plzen na estreia da UEL

Clube giallorossi está invicto neste início de Serie A, mas terá que mudar o foco para disputar o torneio continental da temporada

Eliminada nos playoffs da Champions, Roma visita Viktoria Plzen na estreia da UEL
Foto: Paolo Bruno/Getty Images
Viktoria Plzen
Roma
Viktoria Plzen: Kozacik; Hubník, Limberský, Hejda, Matějů; Hromada, Hořava; Kopic, Ďuriš, Petržela; Bakoš.
Roma: Szczesny; Florenzi, Manolas, Vermaelen, Bruno Peres; Nainggolan, Paredes, Strootman; Perotti, Dzeko, Iturbe.
ÁRBITRO: Ruddy Buquet (FRA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do Grupo E da Uefa Europa League 2016/17. Realizada na Doosan Arena, na República Tcheca.

Após eliminação precoce na fase de playoffs da Uefa Champions League para o Porto, a Roma estreia nesta quinta-feira (15) pela fase de grupos da Uefa Europa League. O adversário desta primeira rodada será o Viktoria Plzen da República Tcheca, em confronto realizada na Doosan Arena, casa do rival que terá alguns setores fechados, devido a uma punição da UEFA.

Atual campeão de sua liga nacional, o Viktoria Plzen também disputou os playoffs da UCL nesta temporada e acabou sendo eliminado pelo Ludogorets da Bulgária, ao vencerem os tchecos diante dos seus torcedores e empatarem por 2 a 2 em Plzen. Se já não bastasse a lamentação de uma eliminação em casa, o Viktoria acabou se prejudicando ainda mais na partida realizada há algumas semanas atrás, e por culpa de seus próprios torcedores.

Parte da torcida tcheca foi flagrada ao se comportar de maneira racista em relação à alguns atletas do Ludogorets, desta maneira, a UEFA decretou que dois setores da Doosan Arena serão completamente fechados para o duelo diante da Roma, deixando o confronto ainda mais complicado para os donos da casa.

Mesmo diante de um forte adversário, em um dos duelos mais equilibrados da fase de playoffs da UCL, a eliminação diante do Porto em casa foi um duro golpe para este início de temporada da Roma. Até porque os comandados de Luciano Spalletti arrancaram um empate na partida de ida realizada em Portugal, e uma simples vitória por um tento de diferença garantiria os giallorossi na fase de grupos da competição.

Contudo, encarando a realidade de frente, a Roma pode ser considerada uma forte candidata nesta temporada da UEL. Nas rodadas iniciais da Serie A que foi retomada há pouco tempo, o clube permanece invicto com um empate e duas vitórias. A última delas de virada no último final de semana contra a Sampdoria, tendo o experiente Francesco Totti como principal destaque. Próximo de completar 40 anos, el capitano permanecerá no banco de reservas para o duelo em Plzen.

Lukas Hedja comemora oportunidade de encarar Totti

O forte e consistente setor defensivo pode ser considerado o grande potencial da equipe do Viktoria Plzen. Dentre as principais peças deste setor certamente se inclui o jovem defensor Lukas Hedja. Zagueiro titular da Seleção Tcheca, o garoto falou sobre a ansiedade de encarar uma das potências italianas nesta quinta-feira (15), e como encara a possibilidade de ficar frente à frente com a lenda Francesco Totti.

"Certamente estamos bem ansiosos para estar partida, todo jogador gosta de estar nesses confrontos. Estou muito contente em enfrentar a Roma e espero que Totti entre em campo. Admiro muito o seu futebol e ele demonstra ser um excelente jogador mesmo com 39 anos de idade. Porém virão basicamente aquilo que eles possuem de melhor, então devemos prestar atenção em toda a equipe adversária, porque todos eles são grandes jogadores. Džeko e El Shaarawy podem marcar um gol a qualquer instante, deveremos estar focados", declarou Lukas.

"Estamos indo para o jogo com o pensamento de que queremos vencer. Sabemos que eles são muito fortes, mas se lutarmos igual fizemos em Razgrad, desafiá-los e empurrá-los em seu campo de defesa, certamente podemos ter sucesso. Além disso, nossos torcedores darão o apoio a cada instante da partida, isso irá nos levar sempre ao ataque para chegarmos em nosso objetivo", concluiu.

Luciano Spalletti valoriza a importância de disputar a Europa League

No comando da Roma deste a temporada passada, foi a vez de Luciano Spaletti dar satisfações à imprensa italiana sobre a força do elenco atual, e até onde a equipe pode chegar nesta temporada. Mesmo sem estar disputando a Champions, competição mais prestigiada do continente, Spaletti voltou a colocar em pauta a relevância da UEL.

"Nesta temporada temos um esquadrão suficientemente competitivo para alcançarmos títulos importantes. A equipe foi construída acima de tudo para garantir que o objetivo de vencer seria alcançado mesmo com algumas baixas durante o decorrer da temporada. Não podemos negar que a UCL sempre será o torneio mais importante. Mas disputar a UEL também é algo maravilhoso, e somos capazes de ir para frente e chegar forte para disputar esta taça. Obviamente que fazer comparações não é algo correrto no momento, mas se chegarmos às fases finais da competição certamente veremos o quanto ela foi bela conosco", declarou o comandante em coletiva de imprensa.

Expulsos na eliminação em casa diante do Porto, Danielle De Rossi e Emerson Palmieri serão as baixas do clube giallorossi; Vermaelen deve começar o duelo entre os reservas.

"Temos de melhorar nossas estatísticas e nossos comportamentos. Fomos forçados a improvisar alguns atletas na defesa e isso nos complicou durante as partidas. Estamos trabalhando duro para recuperar os jogadores deste setor. Espero poder contar com Fazio para esta partida. Vermaelen está à minha disposição mas minha intenção é mantê-lo no banco. Juan Jesus também teve um problema no tornozelo mas inicialmente pretende utilizá-lo ao lado de Manolas", ressaltou.

Pressionado pelos torcedores e por parte da imprensa, Luciano não deu muita certeza que irá utilizar Totti durante a partida: "Eu não posso prometer nada, o jogo que irá ditar as minhas ações. Eu tenho muitas boas opções no banco, e não posso colocar todos juntos em campo. Totti é um gênio do futebol. É sempre um prazer enorme vê-lo em campo, mas temos que levar em conta a sua idade. Isso decepciona muita gente, mas temos que aprender a usá-lo no momento certo", finalizou.