PAOK e Fiorentina criam pouco e protagonizam único jogo sem gols na rodada de abertura da UEL

Reencontrando-se duas temporadas depois, gregos e italianos fizeram jogo truncado e empataram em 0 a 0 na primeira rodada do Grupo J

PAOK e Fiorentina criam pouco e protagonizam único jogo sem gols na rodada de abertura da UEL
Foto: AFP/Getty Images
PAOK
0 0
Fiorentina
PAOK: Glykos; Léo Matos, Varela, Tzavellas, Leovac; Cañas, Palkas (Shakhov, min. 59), Cimirot; Garry Rodrigues, Djalma (José Crespo, min. 59), Athanasiadis (Thiam, min. 79). Técnico: Vladimir Ivic
Fiorentina: Tatarusanu; Salcedo (Bernardeschi, min. 73), Gonzalo, Astori; Tomovic, Badelj, Borja Valero, Maxi Olivera; Ilicic (Carlos Sánchez, min. 62), Babacar (Tello, min. 76), Kalinic. Técnico: Paulo Sousa
ÁRBITRO: Slavko Vincic, auxiliado por Bojan Ul e Tomas Klancnik, todos da Eslovênia. Amarelos: Léo Matos, Garry Rodrigues, Shakhov, Athanasiadis, Varela (PAOK); Ilicic, Gonzalo (FIO)
INCIDENCIAS: 1ª rodada do Grupo J da Uefa Europa League 2016-17, no Estádio Toumbas, em Thessaloniki, na Grécia

Em partida de poucas emoções em Thessaloniki, PAOK Fiorentina empataram em 0 a 0 na primeira rodada do Grupo J da Uefa Europa League. Duas temporadas após se enfrentarem também na fase de grupos, as equipes tiveram poucas chances e não conseguiram superar os sistemas defensivos rivais.

No outro jogo desse grupo, Qarabag e Slovan Liberec empataram em 2 a 2, no Azerbaijão. Pela UEL, os times voltam a ação no dia 29, quando o PAOK visita o Slovan Liberec e a Fiorentina recebe o Qarabag, às 14h. Pelo Campeonato Grego, o time de Thessaloniki visita o Asteras Tripolis, na segunda-feira (19), às 13h30. A Viola pela Serie A faz jogo importante contra a Roma, no domingo (18), às 15h45, em Florença.

Viola controla primeiro tempo de poucas chances

A primeira etapa na Grécia foi de poucas oportunidades de gol. Apesar de a Fiorentina ter feito apenas duas mudanças em relação ao jogo anterior, a escalação de Paulo Sousa teve menos jogadores no meio campo e um time que favoreceu o jogo direto, e a Viola teve menos posse de bola que o usual - 49%.

Mesmo que o número de finalizações sugira um jogo movimentado - oito do PAOK, contra sete da Viola -, apenas quatro foram certas (1 a 3). A primeira e principal chance do primeiro tempo foi da Fiorentina aos 25. Tomovic cruzou da direita, a bola passou por toda a área e sobrou na esquerda para Olivera, que colocou a bola na entrada da pequena área para Babacar bater forte de pé esquerdo, mas Glykos fez grande defesa para evitar a abertura do placar.

O time da casa, apesar de ter mais posse de bola durante boa parte do jogo, foi pouco efetivo e os cruzamentos laterais pouco incomodaram a defesa. A principal chance dos gregos veio aos 36. Pelkas recebeu de Rodrigues na entrada da área, limpou a defesa e bateu rasteiro, mas Tatarusanu segurou firme.

Aos 37, Olivera chegou pela esquerda e cruzou para a área. A zaga cortou para a entrada da área e sobrou para Valero, que ajeitou e bateu rasteiro, mas Glykos segurou no meio do gol. Na reta final, a Fiorentina conseguiu ter mais domínio, mas o jogo foi para o intervalo sem gols.

Mais truncado, jogo não sai do zero

A Fiorentina teve grande chance de abrir o placar com menos de seis minutos. Badelj roubou a bola de Pelkas e deu cruzamento perfeito para Babacar, que tocou no canto esquerdo, mas Glykos salvou novamente os mandantes. Na sequência, após cruzamento da direita, Badelj limpou a marcação e bateu colocado, mas a bola desviou e saiu com perigo à esquerda.

Apesar desse começo auspicioso, o jogo no segundo tempo foi ainda menos movimentado que o primeiro - foram apenas seis finalizações somadas nos 45 finais. A Fiorentina conseguiu ter mais o controle da posse de bola, terminando com 54% no total, mas não houveram grandes chances. Em muitas oportunidades, os times chegaram com perigo à linha de fundo e em jogadas laterais, mas desperdiçaram as chances em cruzamento ruins.

Já aos 39, Leovac puxou contra-ataque pela esqeurda e deu ótimo lançamento para Rodrigues, que girou para cima de Gonzalo e bateu rasteiro, mas Tatarusanu segurou em dois tempos. A Fiorentina controlou a bola nos minutos finais e deu pouca chance ao PAOK, que, nos acréscimos, teve boa chance novamente com Rodrigues arrancando pela esquerda, mas o cabo-verdiano definiu mal a jogada e o jogo terminou 0 a 0 no Thoumbas.