Internazionale decepciona e estreia com derrota em casa na Europa League

Inter joga mal, não consegue criar chances, e acaba sendo derrotada pelo modesto Hapoel Be'er Sheva, em pleno Giuseppe Meazza

Internazionale decepciona e estreia com derrota em casa na Europa League
Foto Divulgação/Internzionale
Internazionale
0 2
Hapoel Be'er Sheva
Internazionale: Handanovic; D'Ambrosio, Ranocchia, Murillo, Nagatomo; Felipe Melo (Mauro Icardi, MIN.74 ), Medel, Brozovic (Banega, MIN.45); Biabiany (Candreva, MIN.58 ), Palacio, Eder.
Hapoel Be'er Sheva: David Goresh; Ben Bitton, Miguel Vitor, Shir Tzedek Loai Taha; Mihaly Korhut (Ben Turgeman, MIN.85), Tony Nwakaeme, Ovidiu Hoban, John Ogu, Maor Bar; Buzaglo (Ben Sahar, MIN.77), Lucio Maranhao (Maor Melikson , MIN.67)
Placar: 0-1, min.54, Miguel Vitor. 0-2, min. 69, Maor Bar Buzaglo.
ÁRBITRO: Árbitro: Jacob Kehlet. Cartões amarelos: Buzaglo (MIN.36), Ben Bitton (MIN.43), Jeison Murillo (MIN.53), Ben Turgeman (min. 86) Loai Taha (MIN. 90+1)
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da UEFA Europa League 2016/17, disputada no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, Itália.

Na tarde dessa quinta-feira (15) a Internazionale recebeu o Hapoel Be'er Sheva, no estádio Giuzzepe Meazza , em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Uefa Europa League, e foi derrotada pelo placar de 2 a 0. Os autores dos gols do clube foram Miguel Vitor e Buzaglo.

A equipe Italiana adentrou nas quatro linhas com a obrigação da vitória. Estreando na competição continental, que não era ao objetivo na temporada passada, apenas a vitória interessava diante do modesto clube Israelense. Os visitantes faziam sua primeira partida na competição após eliminação da fase de playoffs da Champions League, diante do Celtic.

A zebra no placar, deixou a equipe de Israel na liderança do grupo, com três pontos conquistados. Já a Inter ficou em quarto lugar, sem nenhum ponto somado. Ambas as equipes voltam a campo pela competição europeia em duas semanas, dia 29 (quinta-feira). O Hapoel recebe o Southamptom, da Inglaterra, em casa. Já a Internazionale visita o Sparta Praga, na República Tcheca.

Primeiro tempo morno e com poucas chances

Aprimeira etapa do certame não teve muitas chances para ambos os lados, nem mesmo uma esperada pressão dos nerazzurri. Aos nove minutos, Buzaglo cruzou para Lucio Maranhão, que desviou de cabeça, mas sem acertar a meta adversária.

Os israelenses voltaram a assustar novamente aos 22 minutos, de novo com Lucio Maranhão, que recebeu a bola dentro da área e bateu para o gol, parando no goleiro Handanovic. Apenas aos 39 minutos a Internazionale chegou com perigo pela primeira vez, em jogada de Nagatomo, que serviu Éder. O brasileiro naturalizado italiano acertou a trave e por pouco não abriu o placar.

Hapoel surpreende, marca dois gols na segunda etapa e vence o jogo

Para desgosto dos torcedores da Inter, o segundo tempo iniciou de maneira não muito diferente do primeiro. A entrada de Banega melhorou um pouco a movimentação de meio campo, mas nada que furasse o bloqueio do rival. E aos 54, Lucio Maranhão encontrou Miguel Vitor livre, e este ao lado da pequena área teve o trabalho apenas de empurrar para o fundo das redes e abrir o placar.

O gol sofrido não fez com que os italianos melhorassem no confronto, e depois de mais algumas chances criadas, Buzaglo aumentou o placar para os visitantes, em uma bela cobrança de falta, batida com perfeição no ângulo superior esquerdo de Handanovic, que nada pode fazer.

A partir do segundo gol, os Israelenses recuaram e a Inter não impôs mais nenhum perigo, fechando assim a inesperada derrota da equipe de Milão na estreia da competição continental.