Buffon condena derrota da Juventus: "Um time como o nosso não pode perder esses jogos"

Goleiro bianconero demonstrou insatisfação com atuações recentes da equipe

Buffon condena derrota da Juventus: "Um time como o nosso não pode perder esses jogos"
Foto: Giuseppe Cacace/AFP/Getty Images

A derrota da Juventus para a Internazionale parece não ter sido digerida muito bem por alguns membros do elenco, incluindo o goleiro Gianluigi Buffon. O capitão da equipe concedeu entrevista logo após a partida para TVs italianas e demonstrou grande descontentamento por ter sofrido uma virada, depois de abrir o placar com gol do lateral suíço Stephan Lichtsteiner. Buffon criticou a atuação da equipe e indicou que um time como a Juve não pode sofrer com esse tipo de situação.

"Dói porque jogamos mal por 65 minutos e ainda assim conseguimos sair na frente, mas um time como o nosso não pode perder um jogo nessa situação. Podemos até empatar, mas não perder. Nós conseguimos esses resultados com coisas além de táticas e fluidez, temos que ter determinação e coragem", afirmou o goleiro logo após a derrota por 2 a 1, que acabou relegando a Juve à segunda posição na tabela, perdendo também sua invencibilidade na Serie A.

Apesar da derrota, o experiente jogador consegue ver pontos positivos no acontecido. "Acho que essa derrota vai acabar sendo positiva e talvez seja normal não estarmos 100% nesse ponto da temporada. Estamos sempre sob pressão quando estamos no campo e precisamos melhorar. Hoje sofremos nosso terceiro gol vindo de um escanteio e isso não tem nada a ver conosco", disse Buffon, antes de completar afirmando que a equipe ainda tem coisas a provar. "Além do que a mídia vem falando sobre nossa força, que pode ser verdadeira, temos que provar isso dentro de campo em todo jogo", ressaltou.

Buffon ainda fez comentários sobre jogos passados da Juventus, quando também não demonstrou estar satisfeito com a atuação do time. "Depois de termos ganhado do Sassuolo por 3 a 1, recebemos elogios de todos os lados, mas eu ainda tinha minhas dúvidas sobre nossa performance. Deixamos que eles tivessem quatro oportunidades claras de gol e um time que se baseia na solidez não pode fazer isso. Uma das nossas maiores forças foi sempre sofrer apenas um gol a cada dois jogos, porque se fizermos dois por jogo, geralmente vamos vencer. No entanto, sofremos quatro gols em quatro jogos na Serie A e isso não é certo para a Juventus", encerrou o goleiro.