Com incógnitas na escalação, Milan encara Lazio para tentar embalar na Serie A

Equipe de Montella vai atrás da vitória para ultrapassar rivais na tabela, que, por sua vez, querem os três pontos a fim de alcançarem a liderança mesmo que momentânea

Com incógnitas na escalação, Milan encara Lazio para tentar embalar na Serie A
Foto: Getty Images
Milan
Lazio
Milan: Donnarumma; Calabria, Paletta, Romagnoli e De Sciglio; Montolivo (Locatelli), Sosa e Kucka; Suso, Bacca e Niang. Técnico: Vincenzo Montella
Lazio: Marchetti; Bastos, De Vrij e Radu; Basta, Parolo, Cataldi, Milinkovic-Savic e Lulic; Keita e Immobile. Técnico: Simone Inzaghi.
ÁRBITRO: Davide Massa (ITA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela quinta rodada da Serie A, a ser realizada no San Siro, em Milão, na Itália.

Milan e Lazio medem forças nesta terça-feira (20), no estádio San Siro, em partida que será válida pela abertura da quinta rodada da Serie A, marcada para as 15h45. 

Diavolo ocupa atualmente a nona posição na tabela, com seis pontos ganhos. Já os biancocelesti estão na quarta colocação, com sete pontos.  

As duas equipes vêm de vitórias na rodada anterior. O Milan bateu a Sampdoria fora de casa, na última sexta (16), por 1 a 0. A Lazio, no dia seguinte, venceu bem o Pescara dentro de casa, por 3 a 0. 

Na última vez que esses dois times se enfrentaram, o embate terminou empatado, por 1 a 1, em Milão. Carlos Bacca e Marco Parolo anotaram os gols de Milan e Lazio, respectivamente.

Montella quer vitória para time embalar na competição 

Depois do triunfo em Gênova diante da Sampdoria, o Milan agora busca a segunda vitória seguida que daria mais tranquilidade à equipe em busca dos objetivos da temporada. Para montar o time ideal, o técnico Vincenzo Montella terá um grande desfalque e um grande retorno e, por isso, fará algumas mudanças no time titular. 

Na defesa, Antonelli, que sofreu uma lesão no pescoço contra a Udinese, ainda está em repouso e fica de fora dessa partida. De Sciglio, poupado na última partida, deve ocupar a vaga de lateral-esquerdo, já que Abate será poupado nesse duelo. O meio-campista Kucka, que foi expulso na segunda rodada, cumpriu dois jogos de suspensão e retorna à titularidade ante a Lazio.

Quem deverá sair do time é Bonaventura, que não vem tendo boas atuações e necessita de um pequeno descanso depois da grande sequência de jogos, visto que também foi titular nos últimos amistosos da Seleção Italiana. No ataque, Montella promoverá a volta à titularidade de Bacca no lugar de Lapadula.  

Em entrevista coletiva nessa segunda-feira (19), Montella elogiou a Lazio, citando suas maiores qualidades e avisou ao elenco que será preciso uma partida muito boa fisicamente e mentalmente para poder obter um resultado positivo.

"A Lazio tem pontas muito velozes, tem um defensor muito bom como o De Vrij e jogadores importantes no meio de campo. Será uma partida muito difiícl. Creio que a nível técnico, a Lazio seja um pouco superior a Samp. Amanhã, deveremos estar muito bem fisicamente e mentalmente para repetir o sacrifício e o temperamento que tivémos no jogo anterior", analisou o treinador de 42 anos. 

Sem Biglia, Lazio quer vitória fora de casa 

A boa vitória no jogo anterior em casa, fez com que o ânimo voltasse com tudo ao ambiente da Lazio. Agora, o time soma sete pontos na tabela e vai em busca de mais três para continuar na parte de cima da classificação.  

Mas, para isso, Simone Inzaghi não terá um importante nome para o seu meio de campo: Lucas Biglia. O volante argentino se recupera de lesão e não está apto. Por isso, o esquema do time deve modificado para o 3-4-1-2. Assim, Keita ganha uma chance no ataque, ao lado de Immobile, no lugar do brasileiro Felipe Anderson. No meio de campo, Parolo Cataldi farão o serviço de desarmar e armar a equipe junto com Basta Lulic, que serão alas quando o time atacar, desfrutando da velocidade de ambos.  

Inzaghi, em entrevista coletiva, enalteceu a equipe adversária, lembrando que o Milan tem atletas bons tecnicamente, mas que a Lazio irá a Milão com a consciência de que pode fazer um grande jogo e conseguir um bom resultado.

"O Milan tem grandes jogadores, precisamos ter muita atenção. Têm uma equipe sólida. Começamos com o 4-3-3, mas, com a ausência do Biglia, vou mudar para o 3-5-2 que treinamos muito e os jogadores responderam muito bem. Vamos usar a melhor formação possível contra o Milan. Estou feliz do início da equipe, mesmo que contra a Juve tenha faltado um pouco de sorte e não merecíamos perder", disse o treinador de 40 anos.