Napoli sofre com retranca do Genoa, empata sem gols e vê Juventus assumir liderança

"Dérbi da amizade" termina sem vencedor; time napolitano sai reclamando de pênalti não marcado

Napoli sofre com retranca do Genoa, empata sem gols e vê Juventus assumir liderança
Foto: Getty Images
Genoa
0 0
Napoli
Genoa: Perin; Izzo, Burdisso, Orban; Lazovic (Muñoz), Rincón, Ntcham, Laxalt, Rigoni; Pavoletti (Simeone), Ocampos (Edenilson).
Napoli: Reina; Hysaj, Albiol, Koulibaly, Ghoulam; Allan (27’ st Zielinski), Jorginho, Hamsík; Callejon, Milik (Gabbiadini),Mertens (Insigne).
ÁRBITRO: Antonio Damato (ITA) Cartões amarelos para: Orban (G) Hysaj (N) Rincón (G) Ntcham (G) Simeone (G) Jorginho (N)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 5ª rodada da Serie A, no estádio Luigi Ferraris, em Gênova.

Nesta quarta-feira (21), pela quinta rodada da Serie A, o Genoa recebeu o Napoli, em Gênova, no confronto que é chamado de "dérbi da amizade", conhecido assim pela grande amizade entre genoanos e napolitanos. Dentro de campo, empataram por 0 a 0 em partida marcada por grandes intervenções dos goleiros Perin e Reina. 

Com o resultado, o Napoli cai para a segunda colocação, com 11 pontos, e vê a Juventus, que goleou o Cagliari, voltar à liderança do campeonato. O Genoa, por sua vez, está na oitava posição, com sete pontos.

Na próxima rodada, ambos os times jogarão em seus domínios. O Napoli enfrenta, no sábado (24), o Chievo, enquanto o Genoa, no domingo (25), recebe o Pescara.

Bola na trave de Hamsík é a melhor chance no primeiro tempo

O jogo tinha chances dos dois lados, e desde o início em um ritmo frenético, as chances foram aparecendo para os dois lados. A melhor do Napoli foi aos 19 minutos. Callejon, na entrada da área, tocou de volta para a entrada de Hamsík na área: o chute forte do capitão napolitano acertou o travessão de Perin. Um minuto depois, e, no outro lado, após contra-ataque Reina literalmente tira da cabeça de Pavoletti uma bola que cruzada que o atacante genoano certamente colocaria nas redes. 

Em seguida, foi ainda Pavoletti a ter outra grande chance no primeiro tempo, após cruzamento na área aos 25 minutos, ele criou uma chance com outra cabeçada, mas Reina defendeu com segurança. Minutos depois, o artilheiro do Genoa teve de ser substituído após sentir lesão. Não houve mais grandes chances na primeira etapa depois disso.

Reina salva pressão rossoblù no final do jogo

No segundo tempo, um jogo tão lá e cá quanto no primeiro tempo. O Napoli chegou perto com uma cabeçada de Albiol pra fora aos dois minutos após escanteio. Enquanto isso, Reina teve trabalho para defender um chute cruzado de Lazovic.

O Genoa jogava fechado e contra-atacava, enquanto o Napoli persistia atacando, e reclamou muito de um pênalti não marcado aos 23 minutos, após Orban segurar o braço e derrubar Milik dentro da área, mas o árbitro Antonio Damato deixou o jogo seguir. A arbitragem de Damato também fora contestada pelos dois times pelo alto número de cartões amarelos.

A melhor ocasião napolitana, no entanto, aconteceu quando Insigne, aos 29 minutos, recebeu livre dentro da área, mas chutou fraco, e Perin não teve dificuldades para fazer a defesa. Por outro lado, Reina fez grandes defesas no fim do jogo, uma delas aos 40 minutos, em que defendeu um chute cruzado de dentro da área de Simeone, e o goleiro fez um milagre para garantir um ponto para os napolitanos, assegurado ao final da partida.