Icardi desperdiça pênalti, Inter perde de virada para o Cagliari e amplia sequência sem vitória

Lance desperdiçado pelo argentino e a falha de Handanovic foram determinantes para o revés; time de Milão chega à terceira partida sem vencer

Icardi desperdiça pênalti, Inter perde de virada para o Cagliari e amplia sequência sem vitória
Foto: Pier Marco Tacca/ Getty Images
Internazionale
1 2
Cagliari
Internazionale: Handanovic; Ansaldi (Jovetic, min.80), Miranda, Murillo, Santon; Candreva (Éder, min.74), Medel, João Mario, Banega (Gknoukuri, min.60), Perisic; Icardi.
Cagliari: Storari; Pisacane, Ceppitelli, Bruno Alves, Murru; Munari (Isla, min.69), Tachtsidis, Padoin; Di Gennaro (Barella, min.79); Sau (Borriello, min.59), Melchiorri.
Placar: 1-0, min.56, João Mário, 1-1, min.71, Federico Melchiorri, 1-2, min.85, Handanovic (C).
ÁRBITRO: Paolo Valeri. Bruno Alves (min.25), João Mário (min.26), Sau (min.41), Munari (min.62), Tachtsidis (min.79), Barella (min.87).
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada da Serie A 2016/17. Realizada no Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, na Itália.

A fase ruim da Internazionale parece não ter fim nos gramados italianos. Os comandados de Frank de Boer perderam de virada para o Cagliari, por 2 a 1, no Giuseppe Meazza, neste domingo (16), em confronto válido pela oitava rodada da Serie A. Após uma primeira etapa marcada pelo pênalti mal cobrado por Mauro Icardi, João Mário abriu o placar no início do segundo tempo. Mas Melchiorri e Handanovic (contra), em um lance completamente infeliz, deram os três pontos para o clube da Sardenha.

A Inter chega à sua segunda derrota consecutiva na competição, a terceira sem vencer. Grande aliado nerazzuri, o Giuseppe Meazza se tornou um problema para a equipe de Milão neste início de temporada. Em cinco partidas disputadas foram dois empates, duas derrotas e apenas uma vitória. Incluindo o vexame pela Uefa Europa League frente ao Hapoel, de Israel.

A expectativa agora é direcionada a um alvo em específico: Frank De Boer. Para muitos o holandês só se manteve no cargo por conta da vitória no clássico diante da Juventus na quarta rodada, mas com novos tropeços, Frank volta a ficar com a "corda no pescoço". Novamente em casa, visando sua primeira vitória na UEL, a Inter recebe o bom time do Southampton na próxima quinta-feira (20), uma provável derrota deixaria a Inter com raríssimas chances de se classificar às oitavas de finais. 

Dono de um início ruim após o acesso à elite italiana, o Cagliari chega a sua terceira vitória em sequência na Serie A, e conquista a sua primeira vitória fora da Sardenha. Agora com 12 pontos ganhos e cada vez mais próximo da zona de classificação às próximas competições europeias, a equipe rossoblù terá uma semana para entrar em campo novamente pela liga italiana. O próximo adversário também vive uma fase complicada. Trata-se da Fiorentina, e o Cagliari recebe a Viola no Sant'Elia visando uma sonhada quarta vitória consecutiva.

Pressão da Inter acaba em penalidade desperdiçada por Icardi

O Cagliari não se intimidou e mostrou que daria trabalho ao adversário desde os primeiros instantes do confronto. A primeira oportunidade da partida surgiu logo, aos quatro minutos, quando Cepitelli desviou de cabeça após cobrança de escanteio, a bola percorreu a extensão da área e por muito pouco não chegou em Di Gennaro na segunda trave, que aparecia livre para inaugurar o marcador.

Não podemos negar uma coisa sobre essa primeira etapa: a Inter buscou o gol de todas as maneiras. Porém, finalizou poucas vezes à meta de Storari. A primeira tentativa nerazzurra de abrir o placar apareceu com Candreva, que bateu forte após jogada de Banega, mas a bola não levou perigo ao gol visitante. A pressão dos donos da casa seguiu, e deu resultado aos 24', quando Icardi foi derrubado dentro da grande área e Paolo Valeri assinalou a penalidade. O argentino foi pra bola com confiança e bateu rasteiro, mas pra fora. Após o lance as arquibancadas do Giuseppe Meazza se dividiram entre aplausos e vaias direcionadas à Icardi.

No lance seguinte a penalidade desperdiçada João Mário aproveitou a falha da zaga do Cagliari e arriscou de longe, levando muito perigo. Mas a finalização do português foi a única oportunidade criada após o lance determinante de Icardi. A Inter sentiu e errou muitos passes até o apito do término da etapa inicial.

João Mário marca, mas Caglari arranca virada com falha "grotesca" de Handanovic

A etapa complementar começou movimentada. Handanovic (que mais tarde se tornaria vilão) fez uma sequência fantástica de defesas aos 54', a bola acabou sobrando para Pisacane que completou pro fundo das redes do sérvio, mas o assistente assinalou o impedimento. No minuto seguinte veio o tento da Inter. Perisic fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, João Mário finalizou e Storari deu rebote, o português foi novamente para o lance e desta vez empurrou pro fundo do gol adversário.

A abertura de placar parece ter acordado o Cagliari para a partida. Handanovic mais uma vez operou um milagre na finalização à queima roupa de Di Gennaro. Aos 71' a zaga nerazzurra não conseguiu afastar o perigo após bola alçada na área, Melchiorri acreditou no lance e conseguiu desviar de perna esquerda, para igualar o marcador em Milão.

Se o empate já era um resultado extrememente ruim para a Inter na competição, os torcedores não imaginavam o personagem que surgirua como vilão pouco tempo depois. Borriello tentou levantar a bola na grande área, contudo, a mesma acabou tomando a direção da meta de Handanovic, o sérvio tentando evitar o gol dos visitantes acabou empurrando para dentro de sua própria meta. Era a virada do Cagliari em pleno Giuseppe Meazza.