Com três de Kalinic, Fiorentina vira contra Cagliari em jogo de oito gols e vence primeira fora de casa

Viola saiu atrás, mas marcou ainda quatro no primeiro tempo e fechou o placar em 5 a 3 com destaque para Kalinic, que marcou hattrick, e Bernardeschi, que fez os outros dois gols

Com três de Kalinic, Fiorentina vira contra Cagliari em jogo de oito gols e vence primeira fora de casa
Após fazer dois pela UEL na quinta-feira (20), croata marcou mais três (Foto: Getty Images)
Cagliari
3 5
Fiorentina
Cagliari: Storari; Pisacane, Salamon (Capuano, min. 57), Bruno Alves, Murru; Tachtsidis (Barella, min. 62), Isla, Padoin, Di Gennaro; Borriello, Sau (Melchiorri, min. 68). Técnico: Massimo Rastelli
Fiorentina: Tatarusanu; Salcedo, Gonzalo, Astori; Tello (Diks, min. 88), Vecino, Borja Valero (Carlos Sánchez, min. 65), Maxi Olivera; Bernardeschi, Ilicic (Hagi, min. 75); Kalinic. Técnico: Paulo Sousa
Placar: 1-0, min. 2, Di Gennaro. 1-1, min. 20, Kalinic. 1-2, min. 26, Bernardeschi. 1-3, min. 32, Bernardeschi. 1-4, min. 39, Kalinic. 1-5, min. 52, Kalinic. 2-5, min. 61, Capuano. 3-5, min. 77, Borriello
ÁRBITRO: Carmine Russo, auxiliado por Alessio Tolfo e Alessandro Constanzo. Amarelos: Tachtisidis, Murru (CAG); Astori, Bernardeschi (FIO)
INCIDENCIAS: 9ª rodada da Serie A Tim 2016-17, no Stadio Sant'Elia, em Cagliari, Itália

Com um começo decepcionante na Serie A, a Fiorentina, que havia marcado apenas seis gols em sete jogos no Italiano, desencantou neste domingo (23) e, de virada, bateu o Cagliari fora de casa por 5 a 3. Di Gennaro abriu o placar para os mandantes, mas Kalinic, três vezes, e Bernardeschi, duas vezes, viraram o jogo. Capuano e Borriello fecharam o placar.

Depois de quatro jogos sem vencer no campeonato, a Viola sobe agora para os 12 pontos, ainda com um jogo a menos, e ocupa o 10º lugar. O Cagliari está uma posição a frente, com 13 pontos.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira (26), às 16h45. O Cagliari viaja à capital para enfrentar a Lazio, enquanto a Fiorentina joga em casa contra o lanterna Crotone.

Sem se desesperar, Fiorentina sai atrás, mas transforma placar em goleada

Vindo de uma vitória na Europa League, mas sem empolgar na Serie A, a Fiorentina tomou um susto logo aos 2. Murru recebeu de Borriello na entrada da área e cruzou para Di Gennaro, que cabeceou de frente para o gol e abriu o placar para os mandantes. O jogo começou aberto, e as duas equipes tinham espaço para atacar e, com a Viola precisando do resultado, o Cagliari teve chance até para ampliar.

Aos 7, Ilicic cobrou falta da quina da área no canto, mas Storari caiu e espalmou. Cinco minutos depois, Ilicic tabelou com Kalinic e bateu de canhota, mas Murru apareceu na direção do gol e afastou. Já aos 14, Pisacane bateu lateral para a área, Tachtisidis ajeitou e Di Gennaro bateu forte, mas Tatarusanu salvou e no rebote, o camisa 8 chutou longe.

Já mostrando volume de jogo para isso, a Viola buscou o empate aos 20. Em bola alçada na área por Tello, Kalinic cabeceou de costas para a meta, mas mandou a bola para as redes e empatou. Só demorou seis minutos para a virada. Kalinic recebeu na entrada da área e lançou na segunda trave para Bernardeschi, que apareceu livre e finalizou de canhota para virar o jogo.

Antes com problemas para marcar gols, a Fiorentina se aproveitou do abalo do Cagliari para fazer mais. Aos 31, Bernardeschi recebeu na entrada da área e mesmo com três jogadores a sua frente, chutou forte de pé esquerdo e mandou no ângulo de Storari, fazendo seu segundo no jogo. Oito minutos depois, Bernardeschi avançou pela direita em contra-ataque e foi derrubado, mas a bola sobrou para Kalinic, que chutou forte da entrada da área, novamente não dando chances para Storari e anotando também uma doppietta.

Os minutos finais tiveram um Cagliari muito aberto e a Fiorentina teve muito espaço para trabalhar no ataque, mas o placar no Sant'Elia foi mesmo para o intervalo com um sonoro 4 a 1 a favor da Viola.

Kalinic marca mais um, Sousa lança jovens e Viola toma pequeno susto, mas garante vitória

O Cagliari voltou para o segundo tempo sem alterações e assim, o mesmo panorama se manteve. Para piorar, logo aos 7, Tello cruzou do lado direita e Kalinic cabeceou forte para fazer seu terceiro no jogo e o quinto da Viola. Quatro minutos depois, quase o camisa 9 chega ao quarto. O croata recebeu de Bernardeschi dentro da área, girou para cima de Salamon e bateu rasteiro, mas Storari defendeu.

Aos 12, Rastelli fez a primeira mudança no Cagliari: Salamon deu lugar a Capuano na defesa rossoblú, mas o reflexo aconteceu no ataque. Aos 16, em escanteio cobrado por Di Gennaro, Capuano subiu mais alto que a defesa e cabeceou forte da entrada da pequena área e descontou para 5 a 2.

A Fiorentina quase chegou ao sexto aos 27. Ilicic cobrou falta de longe, mas Storari se esticou e botou para escanteio. Paulo Sousa aproveitou a boa vantagem para promover as estreias de dois jovens: Ianis Hagi, meia de 18 anos, filho do histórico jogador romeno, e Kevin Diks, lateral-direito holandês, 20 anos, entraram nas vagas de Ilicic e Tello.

Em mais um escanteio, a Viola novamente sofreu com a bola aérea. Aos 32, Di Gennaro bateu escanteio na segunda trave e Borriello cabeceou forte para fazer o terceiro do Cagliari, todos de cabeça. Nove minutos depois, mais problemas aéreos para os visitantes. Murru tabelou pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou para Melchiorri, que desviou de cabeça, porém por cima do gol.

Já aos 46, novamente o Cagliari teve perigo lançando a bola para a área. Murru bateu lateral forte, a zaga afastou para frente e Padoin bateu, com perigo. Mesmo com esses sustos no fim, a Fiorentina saiu com uma grande vitória, pelos gols e pela reação mostradas na vitória por 5 a 3.