Milan sucumbe após expulsão, é derrotado pelo Genoa e perde chance de assumir liderança

Zagueiro Paletta dá entrada violenta no segundo tempo e leva o vermelho; equipe de Milão pode ser ultrapassada no decorrer da rodada

Milan sucumbe após expulsão, é derrotado pelo Genoa e perde chance de assumir liderança
Foto: Marco Luzzani/Getty Images
Genoa
3 0
Milan

Durou pouco a felicidade do Milan. Após quebrar um jejum no último sábado (22) de quase quatro anos sem vencer a rival Juventus, o time milanês voltou a decepcionar na Serie A. Na abertura da décima rodada, nesta terça-feira (25), os rossoneri levaram um baile do Genoa, perdendo a partida por 3 a 0, no Luigi Ferraris, em Gênova.

O Milan, que já havia tomado um gol de Ninkovic no primeiro tempo, sucumbiu de vez na segunda etapa após a expulsão do zagueiro Paletta. Com isso, o Genoa foi para cima e marcou mais duas vezes, com Kucka (gol contra) e Pavoletti. Antes do encerramento do duelo, a torcida da casa chegou a gritar “olé” para os visitantes.

Com o resultado, o Milan manteve os 19 pontos e permanece na terceira posição, mas pode ser ultrapassado pelo Napoli no decorrer da rodada. A equipe rossonera também perdeu a oportunidade de assumir a liderança do campeonato. O Genoa, por sua vez, galga algumas posições: aparece na sexta colocação, com 15 pontos. Os grifoni ainda têm um jogo a menos – contra a Fiorentina, que deve ser realizado em dezembro.

Na próxima rodada, o Milan vai tentar se recuperar contra o Pescara, no domingo (30), às 12h, no San Siro, em Milão. Já o Genoa vai até Bérgamo para enfrentar a Atalanta, também no domingo, mas às 9h30. Ambos os jogos no horário de Brasília.

Paletta é expulso e complica Milan

Poupando dois jogadores considerados titulares, o lateral-direito Abate e o atacante Suso, o Milan viu o Genoa abrir o placar logo aos 11 minutos de partida. Rincón cruzou na área e Ninkovic, livre, testou para baixo, sem chance para Donnarumma.

Os rossoneri não conseguiam criar chances de perigo e, por isso, arriscavam muito de fora da área. Romagnoli e Bonaventura, por exemplo, tentaram superar o goleiro Perin com arremates de fora da área. Porém, ambos não obtiveram êxito.

No segundo tempo, o Milan se desestabilizou após a expulsão do zagueiro Paletta. Aos 59 minutos, o defensor errou o tempo de bola e deu uma entrada violenta em Rigoni. Recebeu o cartão vermelho e foi para o vestiário mais cedo.

A partir desse momento, o time milanês ficou exposto e viu Kucka (contra) e Pavoletti darem números finais ao duelo. Antes de terminar a partida, a torcida do Genoa chegou entoar gritos de “olé” em alusão ao resultado de 3 a 0.

Foto: Marco Luzzani/Getty Images
Foto: Marco Luzzani/Getty Images