Juventus mede forças com Napoli em jogo recheado de grandes ingredientes

Reencontro entre Higuaín e sua ex-equipe, desfalques, briga pelo topo e rivalidade nas últimas temporadas agitam a partida deste sábado

Juventus mede forças com Napoli em jogo recheado de grandes ingredientes
Foto: Getty Images
Juventus
Napoli
Juventus: Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Daniel Alves, Khedira, Marchisio, Pjanic, Alex Sandro; Higuaín, Mandzukic. Técnico Massimiliano Allegri.
Napoli: Reina; Hysaj (Maggio), Chiriches, Koulibaly, Ghoulam; Allan, Jorginho, Hamsík; Insigne, Callejón, Mertens. Técnico: Maurizio Sarri.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 11ª rodada da Serie A, a ser realizada no Juventus Stadium, em Turim, na Itália.

Neste sábado (29), a partir das 16h45 (Brasília), Juventus e Napoli fazem um dos jogos mais aguardados da Serie A, válido pela 11ª rodada, no Juventus Stadium, em Turim. Atual líder com 24 pontos, a Velha Senhora busca a primeira vitória contra um grande rival, após perder para Internazionale e Milan. Já os partenopei ocupam a terceira posição, com 20 pontos, e tentam surpreender em Turim para se aproximar da liderança.

Os bianconeri souberam reagir após a derrota de 1 a 0 para o Milan, na nona rodada, e aplicaram uma vitória convincente por 4 a 1 diante da Sampdoria no meio de semana. Os azzurri também conseguiram um bom resultado diante de sua torcida, ao vencer o Empoli pelo placar de 2 a 0.

A rivalidade entre as equipes se tornou maior após o acesso de ambas à primeira divisão, em 2007. Na época, o Napoli venceu a Juventus pela primeira vez após 17 anos. Desde então, foram 26 jogos, com 11 vitórias da equipe de Turim, contra oiti da equipe sulista. No histórico geral do confronto, a Juve tem grande vantagem: 75 vitórias, contra 35 derrotas.

Sem Dybala, Allegri deve optar por dois centroavantes no ataque

Dybala certamente é uma ausência muito sentida na equipe de Turim, principalmente por também não contar com seu reserva imediato, Marko Pjaca. Ambos estão lesionados. Mas Allegri espera compensar com duas referências no ataque. Sem seu principal articulador, Higuaín e Mandzukic devem formar o comando ofensivo mais uma vez.

Após ser poupado diante da Sampdoria, o goleiro Gianluigi Buffon volta à meta bianconera. Evra sentiu dores ainda no primeiro tempo no triunfo por 4 a 1, mas foi relacionado para o jogo. Porém, o titular pela esquerda deve ser o brasileiro Alex Sandro. Na direita, Daniel Alves tem ganhando destaque, mas não seria surpresa Allegri optar pelo descansado Lichtsteiner.

Apesar do clima de decisão para a partida, Massimiliano tirou o peso do confronto e disse que não será decisivo para o campeonato. O técnico lembrou da situação vivida pela Juve no campeonato passado, quando perderam para o Sassuolo no mesmo período do campeonato, e ficou em situação complicada. Mas após uma retomada incrível, a Velha Senhora se sagrou campeã pela quinta vez seguida.

"O jogo de amanhã [sábado] não é decisivo para o campeonato; os jogos diretos no primeiro turno não são decisivos. Há exatamente um ano que perdemos para o Sassuolo e, no fim, as coisas terminaram diferentes. Isso significa que você precisa de equilíbrio; os campeonatos são decididos março", argumentou Allegri, em entrevista coletiva.

Sarri enfrenta seu ex-artilheiro sem suas principais referências no ataque

O encontro entre Higuaín e Napoli é um dos mais aguardados no futebol europeu nesta temporada. A torcida ainda não engoliu o argentino ter trocado a equipe pelo rival. Quem lamenta mais ainda é o técnico Maurizio Sarri, que não contará com suas duas principais referências no comando ofensivo: Milik (lesionado) e Gabbiadini (Suspenso).

Entre os relacionados, apenas El Kaddouri possui característica semelhante, mas Sarri deve optar mais uma vez por um ataque mais móvel, com Mertens, Insigne e Callejón. Na defesa, Chiriches é favorito na briga direta com Maksimovic.

O brasileiro Allan vive grande fase no Napoli e destacou o reencontro contra seu ex-companheiro Higuaín. "Sua saída foi difícil de engolir, porque temos reforçamos um rival direto. Mas os jogadores que chegaram fizeram esquecer o Pipita", disse o volante, em entrevista à ESPN.