Juventus encara Lyon precisando de vitória para se garantir nas oitavas da UCL

Já os franceses necessitam de uma vitória para continuar na luta por um lugar na próxima fase

Juventus encara Lyon precisando de vitória para se garantir nas oitavas da UCL
Foto: Getty Images
Lyon
Juventus
Lyon: Lopez; Mammana, Nkoulou (Yanga-Mbiwa) e Diakhaby; Darder (Ferri), Gonalons, Tolisso e Rybus; Fekir e Lacazette. Técnico: Bruno Genesio.
Juventus: Buffon; Benatia, Bonucci e Barzagli; Evra, Marchisio, Khedira, Pjanic e Daniel Alves (Cuadrado); Mandzukic e Higuain. Técnico: Massmiliano Allegri.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, a ser disputado no Juventus Stadium, em Turim, Itália.

Nesta quarta-feira (2), Juventus e Lyon fazem um jogo com cara de decisão em Turim, às 17h45 (de Brasília), pela quarta rodada do Grupo H da Uefa Champions League. Os italianos lideram a chave com sete pontos, junto com o Sevilla, ganhando apenas no saldo de gols. Na terceira posição vem a equipe francesa com três, à frente somente do Dinamo Zagreb, que ainda não pontuou.

A derrota para a Juve em pleno Parc Olympique Lyonnais por 1 a 0, na rodada anterior, custou caro para os Les Gones, que precisam desesperadamente de uma vitória para manter o sonho de classificação vivo. Missão que não será fácil, já que em três jogos em que as equipes se enfrentaram na história, a Velha Senhora saiu vencedora em todas.

O primeiro embate entre Juventus e Lyon é recente, ocorreu nas quartas de final da Uefa Europa League 2013/14. Após vencer no Stade Gerland por 1 a 0 com tento anotado por Bonucci, a Juve contou voltou a vencer em Turim por 2 a 1, gols de Pirlo, Umtiti (contra) e Briand

Allegri garante Marchisio entre os titulares

Depois de perder Dybala e Pjaca lesionados, o departamento médico volta incomodar o técnico da Juventus para armar sua equipe. Desta vez o problema é o zagueiro Giorgio Chiellini, que sentiu dores no posterior da coxa na partida diante do Napoli e acabou não sendo relacionado para o jogo. 

No lugar dele deve jogar Mehdi Benatia, ao lado dos intocáveis Bonucci e Barzagli. Pela esquerda Patrice Evra deve assumir sua vez no revezamento com Alex Sandro pela esquerda. No meio campo Allegri antecipou que Claudio Marchisio será titular, com Khedira e Pjanic como prováveis companheiros no centro. O ataque não deve ter novidades, já que as melhores opções são Higuain e Mandzukic.

Após uma seca de quatro jogos sem marcar, Gonzalo Higuain finalmente encerrou o jejum, e em grande estilo: marcando o gol da vitória contra sua ex-equipe, o Napoli. O tento trouxe confiança para o atacante argentino, que espera um jogo físico e de bastante atenção contra os franceses.

"Esperamos um jogo muito difícil e físico. A primeira partida foi muito difícil, eles virão aqui para marcar pontos, precisamos ter uma abordagem muito forte e ter muito cuidado. Quando você joga a cada três dias é mais difícil, mas temos elenco para lidar com estas situações", analisou Higuain durante coleltiva de imprensa.

Apesar da vitória no jogo de na França, a Juve teve muitas dificuldades para segurar o Lyon. Fekir e Lacazette levaram bastante perigo à meta de Buffon, que salvou até pênalti. Massimiliano Allegri descreve o adversário como perigoso, pede atenção aos atacantes e não acredita que seja um jogo fácil.

"Vai ser um jogo difícil, como são todos os jogos com o Lyon. É uma boa equipe, com dois jogadores-chave à frente, que nos causaram problemas. Para nós é importante ter as qualificações e tomar um passo importante para o primeiro lugar, nós temos que sair amanhã com um resultado positivo, em seguida, trocar o disco, sabendo que não vai ser nada fácil", disse Allegri.

Gonalons acredita em uma vitória em Turim

Após uma sequência de derrotas para Nice (Ligue 1), Juventus (Champions League) e Guingamp (Ligue 1), o Lyon finalmente voltou a vencer no último final de semana, ao derrotar o Toulouse pelo campeonato frances. A vitória aliviou um pouco da pressão, mas uma derrota na Itália traria o caos novamente.

O técnico Bruno Genesio deve escalar sua equipe no mesmo 3-5-2 utilizado pela Juventus. A dúvida fica por quem forma o trio defensivo, com Mammana, NkoulouDiakhaby aparecendo como favoritos. No meio a única dúvida deve ser Darder ou Ferri, com Gonalons, Tolisso e Rybus garantidos. O ataque deve contar com Fekir e Lacazette.

"Eu espero que exista uma maneira - de vencer a Juve - caso contrário, não devemos estar presentes no campo. É claro que sei sobre as qualidades da Juve, mas confio nos nossos jogadores. E o jogo de sábado [Toulouse] vai ajudar-nos, apesar de estarmos cientes de que podemos fazer melhor no jogo. Mas é mais fácil para preparar o jogo tendo vencido em Toulouse", declarou Bruno Genesio durante conferência de imprensa.

Seguindo o discurso do treinador, o volante e capitão da equipe, Gonalons, disse que o Lyon não está indo a Turim a passeio. Sabendo da necessidade de vencer, o atleta espera que o dia esteja a favor dos franceses, para seguirem sonhando com a classificação para o mata-mata.

"Nós vivemos semanas complicadas. Era muito tarde no campeonato. Nós não vamos para lá como turistas, nós vamos apenas tentar vencer, mesmo que isso possa parecer muito difícil. Às vezes, uma equipe que não é favorita fora, pode estar no dia perfeito. Por que não nós?", questionou Gonalons na coletiva.