Com casa cheia, Milan recebe 'nova' Inter em dérbi que pode valer a vice-liderança da Serie A

Derby della Madonnina deste domingo (20) será o primeiro dos técnicos Montella e Pioli; expectativa é de 77 mil presentes

Com casa cheia, Milan recebe 'nova' Inter em dérbi que pode valer a vice-liderança da Serie A
Foto: Março Luzzani/Getty Images
Milan
Internazionale
Milan: DONNARUMMA; ABATE, PALETTA, G. GÓMEZ, DE SCIGLIO; KUCKA, LOCATELLI, BONAVENTURA; SUSO, BACCA E NIANG. TREINADOR: VINCENZO MONTELLA
Internazionale: HANDANOVIC; ANSALDI, MIRANDA, MURILLO, D'AMBROSIO; MEDEL, J. MARIO, BROZOVIC; CANDREVA, ICARDI E PERISIC. TREINADOR: STEFANO PIOLI
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 13ª RODADA DA SERIE A 2016/2017, REALIZADA NO ESTÁDIO SAN SIRO, EM MILÃO, NA ITÁLIA.

A 13ª rodada desta edição da Serie A reserva um dos maiores clássicos do futebol europeu: Milan versus Internazionale. De um lado, o Diavolo, terceiro colocado na competição com 25 pontos e de olho na vice-liderança. Do outro, os nerazzurri, nonos colocados com 17, buscando dar fim à irregularidade até aqui apresentada. Os clubes se enfrentam às 17h45 (de Brasília) deste domingo (20), no estádio San Siro, em Milão.

Vincenzo Montella, treinador rossonero, poderá não contar com seu principal zagueiro, Alessio Romagnoli, 21. Na partida amistosa entre Itália e Alemanha, disputada na última terça-feira (15), o jogador foi substituído durante o intervalo, sentindo dores, e teve uma lesão muscular confirmada pelo clube.

Montella, em entrevista recente, afirmou acreditar que seu comandado não estará à disposição para atuar: “Nós temos pouquíssimas esperanças que Romagnoli se recupere para o dérbi. Não faz sentindo perder um jogador por vários meses por causa de uma única partida”.

Romagnoli, no entanto, participou do treino realizado na manhã deste sábado (19) e alimentou as esperanças da torcida em vê-lo jogar. O mistério deverá ser revelado apenas nas horas próximas ao início da partida.

 Em seu primeiro clássico de Milão, Montella poderá não contar com Romagnoli, principal nome da defesa rossonera (Foto: Matteo Bottanelli/NurPhoto via Getty Images)

Já a Inter poderá ter uma novidade durante os 90 minutos. Stevan Jovetic, 27, foi elogiado pelo seu técnico, Stefan Pioli, que afirmou que ele está 'trabalhando muito bem' e não descartou usá-lo no clássico. "Ele [Jovetic] tem qualidades muito boas, assim como os outros jogadores. Eu tenho tantas opções, eu vou fazer as minhas escolhas com base em muitos aspectos", disse o comandante.

O técnico, em entrevista recente à Mediaset Premium, destacou a necessidade em 'jogar com paixão, entusiasmo, determinação e desejo' em mostrar a força de sua equipe e elogiou sua nova equipe: "Eu acho que cheguei à Inter no momento certo. A Inter é um dos melhores clubes do mundo, com os torcedores muito apaixonados. Por isso, queremos provar que somos dignos da camisa".

Pioli chegou a Milão na primeira quinzena de novembro, após a fracassada passagem do holandês Frank De Boer, e afirmou querer uma vaga na próxima edição da Champions League. Será sua primeira partida à frente dos nerazzurros.

Ele também comentou sobre a atual fase de seu principal rival e adversário nesta rodada. "O Milan está tendo uma grande campanha e aproveitando ao máximo o fato de eles não estarem na Europa. Eles encontraram uma certa solidez", disse, em referência ao fato de a Inter, além do Campeonato Italiano, estar disputando a Uefa Europa League.

"É um jogo cheio de perigos ocultos, e não devemos nos considerar favoritos"

O primeiro Derby della Madonnina desta temporada deverá ter casa cheia. O jornal La Gazzetta dello Sport informou que quase todos os ingressos foram vendidos, e os restantes, poucos, estarão à venda na bilheteria no domingo. São esperados cerca de 77 mil presentes no estádio.

Apesar da melhor fase, o técnico milanista afirmou não ver favorito seu time. "É um jogo cheio de perigos ocultos, e não devemos nos considerar favoritos (...) Temos de enfrentar essa equipe com a mesma determinação e respeito que tivemos em nosso jogo com a Juventus", alertou.

Vincenzo, que assim como Pioli terá seu primeiro dérbi de Milão, mostrou-se animado com sua estreia: "Eu estou um pouco animado. Agradecemos aos muitos torcedores que irão participar, e tenho certeza que eles vão nos dar um impulso extra".

Quem joga?

Gabriel não deverá estar entre os titulares de Pioli no dérbi (Foto: Marco Luzzani/Internazionale)

Carlos Bacca deverá entrar em campo entre os 11 iniciais. No entanto, o fato de não marcar há cinco rodadas faz crescer o rumor de que o italiano Gianluca Lapadula, 27, começará entre os titulares.

"Bacca tem 30 anos e já marcou muito em sua carreira, então ele tem mais nada a provar. Lapadula está ansioso para jogar, mas ele precisa ficar calmo, também. É um bom problema para um treinador ter", disse Montella. "Eu sei que qualquer escolha que eu fizer vai ser boa", completou.

Do lado nerazzurri, Gabriel, o 'Gabigol', deverá começar no banco de reservas, tal como Éver Banega, Éder e Felipe Melo. A principal dúvida, de acordo com as especulações na imprensa nacional, é referente ao francês Geoffrey Kondogbia, 23, se irá ou não entrar como titular.

O adeus de Berlusconi

O clássico deste domingo será, provavelmente, o último de Silvio Berlusconi à frente dos rossoneri. Presidente do clube por 30 anos, está vendendo 99,93% das ações ao grupo chinês Sino-Europe Sports. Ele deverá assistir à partida das arquibancadas, segundo a imprensa italiana.

Ao todo, foram cinco títulos da Uefa Champions League, três do Mundial de Clubes FIFA, um da Copa Itália e oito scudetti