Técnico Pioli classifica Inter como 'presunçosa' após eliminação na Europa League

Equipe perdeu, de virada, para o Hapoel Be’er Sheva, fora de casa, e deu adeus à competição continental ainda na fase de grupos

Técnico Pioli classifica Inter como 'presunçosa' após eliminação na Europa League
Pioli não ficou satisfeito com a atuação de sua equipe no segundo tempo (Foto: Claudio Villa/Internazionale)

A diretoria da Internazionale trocou de técnico recentemente na tentativa de “virar o jogo” e fazer a equipe engrenar na temporada. Sucessor de Frank de Boer, o italiano Stefano Pioli assumiu o cargo visando dar outra cara ao time, que vai mal na Serie A e Uefa Europa League. O empate nos acréscimos contra o arquirrival Milan, no último domingo (20), até amezinhou o clima pesado que paira sobre a Beneamata. No entanto, a Inter deu mais um vexame nessa última quinta-feira (24).

Após perder na estreia da Europa League para os israelenses do Hapoel Be’er Sheva, em pleno Giuseppe Meazza, os nerazzurri foram à cidade de Bersebá-ISR para fazer um jogo de vida ou morte diante do mesmo Hapoel. Qualquer outro resultado que não fosse a vitória seria desastroso à Inter. E não deu outra.

Os italianos abriram dois gols de vantagem no primeiro tempo com Mauro IcardiMarcelo Brozovic. Mas viu os israelenses aproveitarem a expulsão do goleiro Samir Handanovic para virar o duelo no segundo tempo, fechando o marcador em 3 a 2. Derrota vexatória e eliminação na fase de grupos da UEL, faltando ainda um jogo a ser disputado.

Pioli, em entrevista coletiva depois do embate, classificou a atuação de seus comandados como “presunçosa”. “Paramos de jogar como uma equipe e fomos presunçosos. Isso não deveria ter acontecido e não podemos nos dar ao luxo de fazê-lo se quisermos ganhar jogos”, disparou. “Tivemos a chances fazer 3 a 0, mas não concretizamos. Devemos trabalhar para não perder certas oportunidades”, completou.

O treinador indicou que o time passa por um problema psicológico. “Não podemos jogar uma partida com duas caras. Fomos bem no primeiro tempo, mal no segundo. Teríamos que manter a mesma atitude. Do ponto de vista físico, nós estamos bem, já que fomos até o final. O que importa aqui é a mentalidade e devemos melhorar. Estamos trabalhando em todas as partes: física, psicológica e tática. Uma equipe de joga tão bem no primeiro tempo não pode fazer o que fez na segunda etapa”, lamentou.

A Inter de Pioli volta a campo na próxima segunda-feira (28), quando recebe a Fiorentinaoutra equipe italiana que perdeu na quinta rodada da Europa League –, no Giuseppe Meazza, em Milão. A partida ocorre às 18h (de Brasília) e vale pela 14ª rodada da Serie A.