Em sua primeira participação em UEL, Heracles pressiona, mas sofre empate do Arouca no fim

Equipe holandesa teve o controle da partida porém não a liquidou e no final foi castigada com o gol de empate dos portugueses

Em sua primeira participação em UEL, Heracles pressiona, mas sofre empate do Arouca no fim
Foto: Divulgação/ heracles.nl
Heracles
1 1
Arouca
Heracles: Castro; Breukers, te Wierik (Propper, min. 74), Bel Hassani, Gladon; Bruns, Pelupessy, Navratil (Darri, min. 81), Kuwas; Zomer e Gosens. Técnico: John Stegeman
Arouca: Rafael Bracali; Basto, Artur (Nuninho, min. 50), Goiano (André Santos, min. 55), Mateus; Gegé, Jubal, Nelsinho, Nuno Coelho, Zequinha (Crivellaro, min. 88) e González Técnico: Lito Vidigal
Placar: 1-0, min. 53, Gladon. 1-1, min. 91, Gegé.
ÁRBITRO: Charalambos Kalogeropoulos (GRE) Cartões Amarelos: Heracles Almelo: Arouca:Basto (min. 47), Nuninho (min. 81), Nuno Coelho (min. 94)
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira fase eliminatória da Uefa Europa League, no Polman Stadium

Nessa quinta-feira (28), pela terceira fase eliminatória da Uefa Europa League ocorreu o confronto entre Heracles Almelo, da Holanda e o Arouca ,de Portugal. E num jogo de muita pressão por parte do time da casa, que fez sua primeira partida na história em competições europeias, e um tento no fim por parte dos visitantes, o jogo acabou empatando em 1 a 1.

Com a igualdad,e o Arouca só depende de um empate sem gols para avançar, já o Heracles só avança com igualdade se for superior a um gol e em caso de repetição do placar de hoje o emparelhamento vai para os pênaltis. Em caso de vitória de qualquer um deles, o vencedor avança.

Os dois times começaram a partida se estudando bastante, com muita velocidade porém sem tanta habilidade na hora de articular jogadas e assim as chances rarearam nos primeiros 15 minutos de jogo. Aos 19, houve a primeira chance com Gonzáles finalizando bem para segura defesa de Castro.

A resposta do time da casa veio aos 22, com Pelupessy que conseguiu finalizar de dentro da área forçando Rafael Bracalli a uma boa defesa. Depois disso as poucas chances de ambos os times só tiveram oportunidades em bolas paradas, com o time holandês só voltando a incomodar aos 40 minutos. Bel Hassani fez com que Rafael trabalhasse para evitar a abertura do placar que ficou mesmo em 0 a 0 no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, logo aos três minutos, o Hercales teve uma chance com Gladon e fez com que Rafael Bracalli fizesse a intervenção. Mas, aos oito minutos, Gladon não perdoou. Na segunda oportunidade do time holandês na segunda etapa, após receber passe de Navratil, o atacante mandou pro fundo das redes, abrindo o placar.

Com 11 minutos, Bruns teve nova oportunidade para dobrar a vantagem local, porém Bracalli fez mais uma boa defesa para evitar o tento. O time visitante teve sua primeira oportunidade no segundo tempo aos 18 minutos, quando Gonzáles bateu bem de média distância e fez com que Castro defendesse tranquilamente.

Aos 21, foi a vez de mais um capítulo do confronto entre Gladon e Rafael Bracalli, com o arqueiro mais uma vez levando a melhor e evitando o segundo gol do Heracles no jogo. A segunda metade do segundo tempo diminuiu em emoção e ritmo ao longo do período já que o Arocua não tinha tanta inspiração na criação e o Heracles não quis se esforçar muito para tentar ampliar sua vantagem. Entretanto, na última bola do jogo Gegé conseguiu marcar após bola alçada na área e conquistou um importante resultado para os visitantes.