Inglaterra enfrenta surpreendente Islândia buscando vaga nas quartas da Eurocopa

O English Team ainda não está decidido para a partida; Islândia quer continuar fazendo história na competição

Inglaterra enfrenta surpreendente Islândia buscando vaga nas quartas da Eurocopa
Inglaterra
Islândia
Inglaterra: Hart; Walker, Smalling, Cahill, Rose; Dier, Rooney, Alli; Lallana, Kane, Sturridge. Roy Hodgson.
Islândia: Halldórsson; Sævarsson, Árnason, Sigurdsson, Skúlason; Gudmundsson, Gunnarsson, Sigurdsson, Bjarnason; Bödvarsson, Sigthórsson. Lars Lagerbäck.
ÁRBITRO: Damir Skomina (SVN).
INCIDENCIAS: Partida válida pelas oitavas de final da Eurocopa 2016, a ser realizada na Allianz Riviera, em Nice, França.

Na tarde dessa segunda-feira (27), às 16h, Inglaterra e Islândia se enfrentam na Allianz Riviera, estádio localizado na cidade de Nice. A partida é válida pelas oitavas de final da Eurocopa 2016 e terá arbitragem de Damir Skomina (SVN). O embate será o primeiro confronto oficial envolvendo as duas seleções. Anteriormente o time inglês e a equipe islandesa se enfrentaram duas vezes de maneira amistosa e a Inglaterra leva vantagem, com uma vitória, 6 a 1 no dia 13 de junho de 2004, enquanto o outro duelo terminou empatado, no ano de 1982.

Na fase de grupos ambas as seleções fizeram cinco pontos, com dois empates e uma vitória e terminaram na segunda colocação das suas chaves. A Inglaterra ficou no empate com Rússia e Eslováquia, e derrotou País de Gales por 2 a 1. Já a estreante Islândia empatou com Portugal e Hungria, e venceu a seleção austríaca, chegando a primeira vitória na história da Eurocopa.

Após primeira fase regular, Inglaterra quer chegar às quartas

O English Team não fez uma boa partida diante da Rússia, melhorou bastante frente aos galeses e não foi bem nas finalizações contra a seleção da Eslováquia. Jogadores como Wayne Rooney, Harry Kane, Dele Alli e Adam Lallana ainda não marcaram gols na competição.

Não se sabe qual time o técnico Roy Hodgson, visto que diante da Eslováquia o treinador efetuou seis mudanças no time titular e colocou Rooney, Kane e Alli no banco de reservas. Ainda é dúvida se o ataque terá Kane, Rooney, Sturridge ou Vardy. Imagina-se que apenas dois dos quatro jogar, tendo como base as escalações de Hodgson.

É quase certo que Rooney estará de volta ao time titular, assim como o meia Dele Alli. Caso o camisa 10 jogue se igualará a David Beckham como jogador que mais vestiu a camisa do English Team. Danny Rose e Walker, laterais do Tottenham, também deverão ser titulares, enquanto os lugares de Kane e Sterling no time inicial ainda são incertos.

Foto: MB Media/Getty Images
Foto: MB Media/Getty Images

Roy, em sua entrevista pré-jogo, falou sobre a importância da partida e o desejo de permanecer na competição: “O resultado de amanhã será especial para mim, mas muito mais para a equipe e para o país. Queremos permanecer no torneio e temos qualidade para isso, mas precisamos de resultados já a partir de amanhã”.

Hodgson também demonstrou confiança nos seus atacantes, apesar da falta de gols de alguns. “Estou contente com os atacantes que tenho. Nunca se sabe como alguém vai jogar, mas sabemos quem estamos a escolher. Vemos os jogadores nos treinos e tentamos escolher os melhores para o jogo. Se alguma coisa não funcionar, tenho várias opções no banco”, disse o técnico.

Concluindo, o treinador aceita o favoritismo, mas declara que será difícil derrotar os islandeses: “A personalidade do povo islandês, a sua determinação e capacidade de ultrapassar as dificuldades, tenho a certeza que foi um fator decisivo na sua qualificação. Temos de aceitar o rótulo de favoritos, mas sabemos perfeitamente que vai ser um jogo muito difícil para nós”.

Já surpreendente, Islândia quer continuar fazendo história

A seleção islandesa é a maior surpresa da Eurocopa. Num grupo com Hungria, Portugal e Áustria terminou na segunda colocação da chave, derrotando os austríacos. O país que possui aproximadamente 350 mil habitantes quer continuar fazendo história na competição.

O técnico Lars Lagerbäck só deverá ter uma desfalque para a partida eliminatória. Hallgrimsson provavelmente não jogará e deverá ser substituído pelo ex-atacante de Bolton e Chelsea, Eidur Gudjohnsen.

O treinador sueco falou sobre o que espera do confronto: “Eu contaria com mais posse de bola para a Inglaterra, mas nunca se sabe. Está muito calor. O decorrer do jogo poderá depender da temperatura. Veremos se conseguimos elevar o nível do nosso jogo quando chegarmos a esse ponto”.

Lagerbäck também afirmou que o time está preparado para uma possível disputa de pênaltis. “Treinamos pênaltis, uns correram bem, outros nem tanto. O "onze" inicial [do jogo com a Áustria] teve três dias para se renovar física e psicologicamente. Os jogadores estão focados em dar mais este passo”, declarou o comandante.

O auxiliar técnico, Heimir Hallgrimsson, também falou sobre o duelo contra a Inglaterra: “Já o dissemos antes: para nós, é uma situação em que ganhamos sempre. Os jogadores já conquistaram os corações do povo islandês. Com um bom desempenho no jogo de amanhã, serão ainda mais idolatrados. Se vencerem a Inglaterra, tudo muda. O futebol da Islândia será mais falado e terá uma maior consideração por parte de todos”.

Foto: Stanley Chou/Getty Images
Foto: Stanley Chou/Getty Images