Guardiola enaltece 'faro artilheiro' de Agüero: "Algo que não se ensina"

Argentino marcou três gols contra os alemães, sendo o principal nome do triunfo Citizen; Treinador ainda elogiou estreante Gundogan, que retornou de lesão

Guardiola enaltece 'faro artilheiro' de Agüero: "Algo que não se ensina"
Foto: Richard Heathcote / Getty Images

Desde que chegou ao Manchester City, Pep Guardiola se mostra cada vez mais satisfeito com a performance que o time impõe jogo após jogo, não importando o oponente. Na abertura da Champions League para os Citizens nesta quarta-feira (15), o clube bateu os alemães do Monchegladbach por 4 a 0, em casa, e o técnico catalão acredita que todos os elogios que os jogadores vêm recebendo são merecidos, além de reafirmar a importância da vitória na estreia. 

A vitória de maneira convincente dentro de casa saiu dos pés de Sérgio Agüero, que marcou um hat-trick, e de Kelechi Iheanacho. Os elogios ao argentino, porém, não faltaram. "Ele foi bem com Pellegrini, foi bem com a seleção nacional... Eu só quero convencer ele de que o talento dele de marcar de dentro da área é algo natural. Eu não tenho como ensinar isso e ele tem que saber que o time vai ajuda-lo. Aguero vai marcar muitos gols", comentou.

Ilkay Gundogan estreou pelo Manchester City nesta quarta-feira, após voltar de uma lesão. Apesar de ser apenas o primeiro jogo do atleta, Pep também não esqueceu de elogiar a atuação, agradecendo ao diretor de futebol do City por ter comprado ele. "Só mostra o quanto ele é inteligente e bom jogador. Depois de três ou quatro meses fora, conseguimos falar com ele hoje e ele me disse que estava preparado. A inteligência dele me cativou! Ele sabia exatamente o que fazer em determinados momentos. Obrigado ao Txiki [Begiristain] por ter comprado ele!", completou. 

O triunfo, segundo o comandante do time azul de Manchester, tirou todo um peso que ele previa que teria caso o time não ganhasse esse jogo, visto que teria que vencer Barcelona e Celtic com um mau resultado nas costas.

"Eu estou muito feliz, muito mesmo", disso na coletiva após o jogo. "Eu sabia o quanto seria difícil esse jogo, além de sua importância. Caso não tivéssemos conseguido os pontos, os embates contra Barcelona e Celtic seriam muito mais difíceis do que já irão ser", afirmou.

"Hoje foi o jogo mais importante da temporada", prosseguiu. "Considerando o time oponente e a pressão, nós jogamos realmente muito bem - os jogadores apresentaram uma atuação de alto nível, diria."

O treinador, contudo, conhecia bem o time que enfrentou, dado os seus três anos como comandante do Bayern de Munique. Guardiola ainda lembrou dos tempos no antigo clube, relembrando as dificuldades que encontrava no caminho para ganhar do Borussia Monchengladbach.

"Conheço perfeitamente o Borussia [Monchengladbach]. Os técnicos sempre criaram muitas chances em cima da gente [se referindo ao Bayern de Munique, quando estava lá]. Nós [Manchester City] dominamos e fomos muito agressivos com e sem a bola. Foi difícil para eles controlarem a nossa tática, muito por causa da nossa movimentação entre si", analisou.

"Foi um grande momento para aproveitarmos com os nossos torcedores. Esse é o nosso futuro na Champions League", frisou o catalão.