Lucas Pérez marca dois e Arsenal elimina Nottingham Forest da EFL Cup

Atacante se tornou o jogador de número 494 a marcar pelos Gunners na história; sorteio da próxima fase acontecerá nesta quarta-feira

Lucas Pérez marca dois e Arsenal elimina Nottingham Forest da EFL Cup
Foto: Laurence Griffiths / Getty Images
Nottingham Forest
0 4
Arsenal
Nottingham Forest: Stojkovic, Lichaj, Macienne, Mills, Pereira, Dumitru (Licá 81'), Lansbury, Cohen, Kasami (carayol 68'), Osborn, Bendtner (Vellios 80').
Arsenal: Martinez, Maitland-Niles (Bielik 87'), Holding, Gabriel, Gibbs, Elneny, Xhaka, Oxlade-Chamberlain, Reine-Adelaide (Zelalem 83'), Akpom (Willock 83'), Lucas
Placar: 0-1, min. 23, Xhaka. 0-2, min. 60, Pérez. 0-3, min. 71, Pérez. 0-4, min. 90+3, Chamberlain.
ÁRBITRO: Paul Tierney. Amarelos: Bendtner 16', Holding 37', Lansbury 67', Cohen 75'.
INCIDENCIAS: partida válida pela terceira rodada da EFL Cup, disputado no City Ground, em Nottingham, Inglaterra.

A terceira rodada da EFL Cup, a Copa da Liga Inglesa, foi marcada no início do jogo entre Nottingham Forest e Arsenal pelo reencontro de Bendtner com seu ex-clube. Contudo, ao final do jogo, quem roubou a cena final nesta terça-feira (20), em Nottingham, foi Lucas Pérez, que marcou seus dois primeiros gols pelos Gunners na vitória por 4 a 0 do time londrino, avançando para a próxima fase. Xhaka e Chamberlain marcaram os outros dois. 

O sorteio para a quarta rodada da Copa da Liga acontecerá nesta quarta-feira (21), após os jogos do dia.

Os dois clubes voltam suas atenções para as suas respectivas ligas nacionais, com o Forest indo enfrentar o Sheffield Wednesday no próximo sábado (24), enquanto que o Arsenal recebe o Chelsea no primeiro clássico dos Gunners na Premier League no mesmo dia. 

Equilíbrio se estabelece, mas Xhaka abre o placar para o Arsenal na primeira etapa

No começo da partida, um equilíbrio foi visível no gramado do City Ground, o normal em todo início de jogo. Contudo, os visitantes passaram a tomar maior controle do jogo e da bola a partir dos cinco minutos, mas por apenas alguns instantes. A primeira chance de perigo aconteceu aos nove minutos com Kasami, que acabou recebendo bola do ex-Arsenal Bendtner, mas acabou mandando para fora da meta.

Quatro minutos passados, Akpom teve a primeira chance efetiva do Arsenal, porém. Recebeu a bola, ajeitou e bateu com força para o gol com uma certa distância, mas acabou sendo desviado para escanteio. Nesse ponto do embate, a igualdade já estava estabelecida novamente e ela acabou ganhando mais força conforme o tempo fosse passando. 

Aos 23 minutos, todavia, Xhaka conseguiu mudar um pouco esse equilíbrio com um chute de fora da área, que foi desviado pelo caminho e evitou totalmente que o goleiro fizesse a defesa, abrindo o placar no estádio do Forest. Após o gol, o Arsenal conseguiu ter uma pequena superioridade na partida. Com a urgência de buscar o empate, o Forest passou a criar algumas vezes mais e chegar em algumas oportunidades com maior velocidade, despertando o ânimo do torcedor, porém não teve eficiência para concretizar alguma delas. Akpom e Reine-Adelaide trocaram passes, mas a finalização não aconteceu de maneira a ir ao gol. 

Lucas Pérez marca dois no segundo tempo e fecha a conta para o Arsenal

Iniciado a fase final, o primeiro chute certeiro ao gol aconteceu em cobrança de falta com Pérez, aos quatro minutos. O espanhol conseguiu colocar por cima da barreira, mas nada que impedisse do arqueiro do Forest fazer a defesa de maneira a encaixar a bola. Quando o relógio marcava 13 minutos, Akpom acabou sendo derrubado dentro da área por Macienne, sendo marcado o pênalti. Lucas Pérez pegou a bola, cobrou no canto do goleiro, mas indefensável, e ampliou o placar no City Ground para o time londrino. 

Pérez, porém, não quis parar por aí. Adelaide o acheou com 25 minutos da fase final e o espanhol conseguiu tomar a frente do marcador usando seu corpo, em uma jogada reclamada por alguns jogadores e torcedores do Forest em que poderia ter sido falta do camisa 9 dos Gunners. No que a jogada prosseguiu, Lucas avançou aos trancos e barrancos com Macienne, mas acabou driblando o goleiro e empurrou pro fundo das redes, deixando o Arsenal mais confortável no embate. 

Conforme o jogo prosseguiu, o Arsenal conseguiu ter maior controle da bola, além de evitar que o Forest penetrasse na defesa. O time da casa, porém, nesse ponto já havia aceitado a derrota e apenas esperava o apito final do embate para voltar sua atenção na Championship. Ao final da partida, nos acréscimos, Chamberlain ainda fechou o placar com um chute de perna esquerda depois de ganhar corrida com marcador.