Com pés no chão, Klopp evita comparações e diz que Liverpool não precisa temer 'o futuro'

Reds lideram a Premier League com um ponto de vantagem sobre o segundo colocado, o Chelsea

Com pés no chão, Klopp evita comparações e diz que Liverpool não precisa temer 'o futuro'
Para Klopp, ainda não há o que festejar no Liverpool (Foto: divulgação/Liverpool)

Na liderança da Premier League, Jurgen Klopp mostrou cautela ao falar do boa fase que vive seu clube, o Liverpool. Para o treinador, o momento ainda é de cautela e que a equipe não pode se desesperar e dar o título como certo, mas entende a euforia.

"Sei que muita coisa se passou nos últimos anos, mas esta não é a equipe de há duas temporadas nem a equipe de há 25 anos. Este é um novo grupo. Não precisamos ter medo do futuro nem dar garantias em novembro", disse à Sky Sports. O técnico foi ríspido para conter qualquer animação precoce: "É fácil gostar de futebol quando consegues várias vitórias seguidas", falou.

"Sei que muita coisa se passou nos últimos anos, mas esta não é a equipe de há duas temporadas nem a equipe de há 25 anos. Este é um novo grupo", ressaltou o comandante.

Os Reds goleraram o Watford neste domingo (6), por 6 a 1, e chegaram aos 26 pontos, um a mais que o vice-colocado, o Chelsea, que goleou o Everton por 5 a 0, em casa, no último sábado (5)

Klopp minimizou a liderança atual e valorizou o futebol que sua equipe vem jogando. "É importante ir conquistando pontos para o último terço do campeonato. Veremos o que acontece. O lugar da tabela não é importante neste momento. Importante é mostrar que somos uma equipa e jogar bem", afirmou. "Não há nada para festejar nesta altura. A nossa responsabilidade é jogar bem quando vestes esta camisola vermelha. Até agora, está a correr bem".

O próximo desafio do clube é contra o Southampton, em 19 de novembro, fora de casa. Na mesma rodada, a 12ª, o Chelsea também jogará como visitante, contra o Middlesbrough, e o Manchester City, terceiro colocado, contra o Crystal Palace, em Londres.