CRB supera Sampaio Corrêa e volta a se aproximar do grupo classificatório à elite

Maranhenses abriram placar no começo do jogo, mas permitiram virada dos alagoanos no segundo tempo; equipes permanecem em situações opostas

CRB supera Sampaio Corrêa e volta a se aproximar do grupo classificatório à elite
(Foto: Douglas Silva/CRB)
CRB
2 1
Sampaio Corrêa
CRB: Juliano; Marcos Martins, Adalberto, Flávio Boaventura e Diego Corrêa; Matheus Galdezani (Somália – 39’/2ºT), Olívio, Dakson (Élton Lira – 18’/2ºT), Gérson Magrão e Luidy (Rodolfo – 17’/2ºT); Lúcio Maranhão. Técnico: Mazola Júnior.
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Guilherme Lucena, Wágner, Rodrigo Arroz e Rafael Estevam; Léo Gago (Cleitinho – 17’/2ºT), Renan, Daniel Barros e Diego Lorenzi; Pimentinha (Jean Carlos – 29’/2ºT) e Max (William Paulista – 14’/2ºT). Técnico: Wagner Lopes.
Placar: 0-1, Léo Gago, 10'/1ºT. 1-1, Lúcio Maranhão, 19'/1ºT. 2-1, Rodolfo, 22'/2ºT.
ÁRBITRO: Rafael Traci (Aspirante FIFA/PR), auxiliado por Márcia Bezerra Lopes Caetano (FIFA/SP) e Eric Nunes Costa (SE) | Cartões amarelos: Flávio Boaventura (CRB - 09'/1ºT), Diego Lorenzi (SAM - 26'/1ºT), Guilherme Lucena (SAM - 22' e 23'/2ºT), William Paulista (SAM - 23'/2ºT), Rodrigo Ramos (SAM - 25'/2ºT) e Olívio (CRB - 37'/2ºT) | Cartão vermelho: Guilherme Lucena (SAM - 23'/2ºT)
INCIDENCIAS: Partida realizada na noite desta terça-feira (07) no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. Jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016.

O CRB segue em bom momento, apesar de pontuais tropeços. Em jogo realizado na noite desta terça-feira (07), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016, o Galo venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 1. O triunfo de virada foi possível por causa dos gols feitos por Lúcio Maranhão e Rodolfo. Léo Gago diminuiu para o Tricolor.

Com o resultado, as equipes permanecem em situações opostas. Na parte de cima da tabela de classificação, o Regatas sobe temporariamente ao quinto lugar, com 12 pontos ganhos. Por outro lado, a Bolívia Querida permanece sem vencer e continua na última posição, com apenas um ponto somado.

A próxima rodada será realizada no fim desta semana, e as equipes voltam a entrar em campo na sexta-feira (10). O CRB encara o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA, às 19h15. Por sua vez, o Sampaio Corrêa mede forças contra o Criciúma no Estádio Castelão, em São Luís/MA, às 20h30.

Sampaio abre vantagem e CRB busca empate

O primeiro tempo foi bastante movimentado. Quem esperava um domínio completo do CRB, a princípio ficou enganado. Apesar da situação complicada na tabela de classificação, o Sampaio Corrêa partiu para o ataque quando era conveniente e equilibrou a disputa com os donos da casa. A primeira boa oportunidade de jogo veio com o Galo, aos oito minutos. Marcos Martins acionou Lúcio Maranhão no meio da área. O atacante bateu de primeira e assustou a defesa.

No lance seguinte, o Sampaio abriu o marcador. Pimentinha cruzou, a bola bateu na mão do zagueiro Flávio Boaventura e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Léo Gago bateu no canto oposto do goleiro Juliano e marcou o primeiro gol do jogo.

O CRB não mostrou abatimento com o gol sofrido. Aos 16 minutos, Gérson Magrão recebeu na entrada da área, chutou forte e o goleiro Rodrigo Ramos colocou para escanteio. Em seguida, os alagoanos empataram. Aos 19, Marcos Martins alçou bola na área e Lúcio Maranhão desviou no canto defendido pelo arqueiro tricolor para empatar a partida.

Embora o jogo estivesse um pouco mais favorecido aos setores de marcação, os dois clubes ainda tiveram boas oportunidades de ficarem na frente do marcador no decorrer da primeira etapa. Aos 30 minutos, em cruzamento no lado direito de ataque, Marcos Martins colocou para escanteio e quase marcou gol contra. Aos 40, Dakson cruzou no meio da área, Flávio Boaventura cabeceou com muita força e a pelota passou muito perto do travessão do Sampaio Corrêa.

Mais efetivo, Galo consegue virada

As equipes continuaram muito presentes no campo de ataque. O Sampaio Corrêa tentava aproveitar um erro adversário para levar perigo à meta regatiana. O CRB estava mais ofensivo, animado com o empate e aliado ao fator mando de campo. Logo no primeiro minuto, Matheus Galdezani falhou, Max arriscou da entrada da área e a bola assustou o goleiro Juliano. Os donos da casa erravam muitos passes e não conseguiam construir jogadas. Mas quando finalizavam, levavam muito perigo. Aos 13 minutos, Matheus Galdezani dominou a bola na segunda trave e encheu o pé. O goleiro Rodrigo Ramos fez espetacular defesa.

Os técnicos realizaram modificações com o objetivo de reforçar suas pretensões na partida. Melhor para a equipe em bom momento. Aos 22, Diego Corrêa fez belo cruzamento na área e Rodolfo, que entrou em campo cinco minutos antes, desviou e virou o marcador. A possibilidade de mais uma derrota deixou os jogadores nervosos. Quatro cartões foram aplicados em três minutos. O lateral-direito Guilherme Lucena recebeu dois e foi expulso.

Com um jogador a mais, o CRB continuou no setor de ataque com o objetivo de sacramentar a vitória. Aos 24 minutos, Gérson Magrão arriscou bom chute, o goleiro Rodrigo Ramos espalmou e a bola ainda bateu na trave direita. O jogo, com o tempo, caiu de qualidade técnica. A maioria dos jogadores evidenciava o desgaste físico pela partida e pela maratona de jogos no início da competição. Nos minutos finais, o Sampaio Corrêa ainda tentou criar oportunidades para sair com um ponto fora de casa, mas não conseguiu. O CRB se manteve bem em casa e na parte de cima da tabela com mais uma vitória.