Keirrison marca e Londrina vence Náutico na Arena de Pernambuco

Tubarão é superior ao Timbu e consegue importante vitória na luta pelo acesso à Série A

Keirrison marca e Londrina vence Náutico na Arena de Pernambuco
Foto: Divulgação/Clube Náutico Capibaribe
Náutico
0 2
Londrina
Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Adalberto e Gastón; Joao Ananias (Vinicius, intervalo), Eurico e Renan Oliveira (Yuri Mamute, min. 81); Jefferson Nem, Hugo (Bergson, intervalo) e Rony. Técnico: Valdir Benedito
Londrina: Marcelo; Igor Bosel, Everton Sena, Matheus e Paulinho; Germano, Fillipe Souto, Rafael Gava (Zé Rafael, min. 33) e Rondinelly; Jô e Keirrison (Itamar, min. 68). Técnico: Cláudio Tencati
Placar: 0-1, min. 36, Germano. 0-2, min. 60, Keirrison.
ÁRBITRO: Devarly Lira do Rosario (ES). Cartões Amarelos: Eurico (min. 46), Rony (min. 53), Germano (min. 63), Igor Bosel (min. 74). Cartão vermelho: Jô (min. 93)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)

Nesta terça-feira (30), na Arena de Pernambuco, o Náutico perdeu para o Londrina por 2 a 0, em jogo válido pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e não conseguiu encostar mais no G-4. A partida foi às 20h30 e contou com a presença de pouco mais de 3000 torcedores. Os gols do confronto foram marcados por Germano e Keirrison.

Com 31 pontos, o Náutico ocupa agora a 8ª colocação na Série B. Já o Londrina, com 34, está no 6º lugar.

Náutico cria pouco, Londrina marca bem e sai na frente

O jogo começou morno, sem nenhuma das equipes conseguirem uma jogada de grande perigo. A marcação do Londrina funcionou muito bem, mas os visitantes não conseguiam entrar na defesa alvirrubra. Rony teve a única oportunidade do início da partida. Em contra-ataque após escanteio batido pelo Londrina, o atacante do Timbu levou a bola desde o meio campo e bateu cruzado, porém a bola foi para fora.

Depois de muito tempo sem ocorrer nenhum lance ofensivo, o Náutico quase abria o placar. A zaga do Londrina errou na saída de bola, Renan Oliveira recuperou, tabelou com Rony, avançou, mas foi desarmado na hora do chute, dentro da pequena área. Entretanto, foi o time visitante que abriu o placar. Rondinelly cobrou falta na área, Germano apareceu livre no segundo pau e colocou a bola para dentro.

Esbarrando na pouca movimentação do ataque e no bom primeiro tempo da defesa do Londrina, o Náutico pouco assustou o adversário e saiu de campo no intervalo vaiado pela torcida. Já os comandados de Cláudio Tencati fizeram o que foi pedido pelo treinador e colheram os frutos com o gol marcado antes de acabar o primeiro tempo.

Londrina não vacila e aumenta a vantagem

Na volta para a segunda etapa, o auxiliar de Alexandre Gallo, Valdir Benedito, que substituiu o treinador que estava suspenso, acionou o meia Vinícius e o atacante Bergson, nos lugares de João Ananias e Hugo, respectivamente. As alterações surtiram efeito e logo no início Eurico arriscou de fora da área e assustou o goleiro Marcelo.

O Timbu passou a ter mais movimentação ofensiva e chutou mais em gol. Bergson tentou, também de fora da área, e o goleiro defendeu em dois tempos. Mas apesar de atacar mais, a equipe da casa cedia espaços para contra-ataques. E em um desses lances, Joazi perdeu a bola na direita, Zé Rafael avançou, passou por Joazi e Adalberto, ganhou a dividida com Rafael Pereira, tocou para Keirrison, e o centroavante bateu bem para fazer o segundo gol do Tubarão.

Tentando responder logo depois, o alvirrubro pernambucano partiu com tudo para o ataque e assustou novamente. Bergson ajeitou para Renan Oliveira, que chutou de primeira e a bola passou perto da trave adversária. Pouco tempo depois, Jefferson Nem tabelou com gastou e bateu cruzado, mas o goleiro fez uma boa defesa e a zaga afastou em seguida.

A equipe de Conselheiro Rosa e Silva não se entregou e continuou tentando fazer seu gol. Após escanteio cobrado por Bergson, Gastón bateu, a zaga cortou parcialmente, no rebote o próprio Gastón chutou de novo, mas a bola foi em cima de Germano. Na última tentativa de mudar alguma coisa no jogo, Yuri Mamute entrou na vaga de Renan Oliveira.

Nos últimos momentos do confronto, o Náutico teve ainda uma chance com Rony, que driblou o marcador e bateu colocado, mas o goleiro fez mais uma boa defesa. Antes do apito final, ainda deu tempo de o árbitro expulsar o atacante . O atleta fez uma falta em Gastón e depois xingou o bandeirinha. E foi isso.