Vila Nova e Luverdense empatam em Goiânia e seguem no meio da tabela

Partida não teve muitos lances de perigo e ficou muito truncada, o resultado impediu que os times subissem na tabela de classificação

Vila Nova e Luverdense empatam em Goiânia e seguem no meio da tabela
Foto: Divulgação/Vila Nova
Vila Nova
0 0
Luverdense
Vila Nova: Saulo; Maguinho, Guilherme Teixeira, Reginaldo, Marcelo Cordeiro; Fagner (Joãozinho, min. 74), Caíque (Vandinho, min. 46), Geovane, Victor Bolt; Fabinho e Moisés Técnico: Guilherme Alves
Luverdense: Diogo Silva; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Jean Patrick (Moacir, min. 10), Ricardo, Rafael Silva (Douglas Baggio, min. 60) e Sérgio Mota; Hugo e Alfredo (Diego Sodré, min. 61) Técnico: Júnior Rocha
ÁRBITRO: Leandro Bizzio Marinho (SP) Cartões Amarelos: Vila Nova: Maguinho (min. 78) Luverdense: Paulinho (min. 05), Moacir (min. 06), Raul Prata (min. 76), Diogo Sodré (min. 83)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016

Luverdense e Vila Nova. dois times que estão longe da ameaça do rebaixamento e querem se aproximar dos primeiros lugares, se enfrentaram pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2016 no estádio Serra Dourada. O jogo teve dois times com propostas bem definidas, o Vila tentando pressionar com a força do seu meio-campo e a marcação dos visitantes travando as ações rivais e no final e esperando por um contra-ataque, com os dois times ficando no zero a zero.

Com a igualdade, o Vila Nova chegou aos 37 pontos e segue no oitavo lugar do campeonato, não conseguindo entrar no G-4, um pouco mais longe com 35 pontos está o Luverdense que segue em 11º lugar. O próximo compromisso do Tigre Goiano será no sábado (24) às 16h30 diante do Londrina, já o Verdão do Serrado irá até o Castelão jogar na terça (20) às 21h30 no Castelão.

O jogo se iniciou de modo muito equilibrado e os times não conseguiam criar muitas oportunidades, o Luverdense teve a primeira chance aos 11 minutos quando Ricardo arriscou de longe porém mandou por cima do gol. Depois disso a falta de criatividade do time da casa e a retranca visitante impediram que o jogo engrenasse.

O Vila tinha o controle da posse de bola porém, com uma marcação forte no meio, o time matogrossense conseguiu se segurar muito bem atrás da linha da bola, o lance mais importante do primeiro tempo ocorreu na reta final quando um pênalti foi marcado para o Tigre em jogada de Fabinho e Moisés mas a penalidade foi revertida já que o primeiro estaria impedido e o lance não seria válido, assim o placar ficou mesmo em 0 a 0.

No segundo tempo logo aos oito minutos o time de Lucas do Rio Verde assustou após bola parada, Luiz Otávio subiu mais alto que a marcação porém a bola passou bem perto da trave por cima da meta, com 11 veio a investida do Vila Nova com Marcelo Cordeiro que cruzou para Moisés que por pouco não abre a contagem no cotejo.

O jogo voltou a cair no limbo, onde os times retornaram ao marasmo do primeiro tempo, até que aos 38 minutos Vandinho recebeu e girou sobre a marcação antes de finalizar e forçar Diogo Silva a defender em dois tempos. No fim ainda houve uma última chance para o Vila fazer o gol porém o Moisés acabou finalizando pra fora aos 46 minutos e não conseguiu tirar o zero do placar que ficou mesmo em 0 a 0