Diego x Robinho: Eternos 'Meninos da Vila' voltam a se enfrentar após dois anos

Diego e Robinho iniciaram a carreira no Santos, em 2002, e se reencontram após dois anos; ambos são presenças confirmados no clássico deste sábado

Diego x Robinho: Eternos 'Meninos da Vila' voltam a se enfrentar após dois anos
Diego e Robinho são um dos destaques de suas equipes (Fotomontagem: Divulgação)

Atlético-MG e Flamengo vão se enfrentar neste sábado (29), às 16h30, no Mineirão, valendo pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times brigam diretamente pelo título do Brasileirão. A história de rivalidade entre os dois times é conhecida por quase todo mundo que acompanha o futebol. No entanto, outro fator pode apimentar o embate deste sábado: o reencontro da dupla Diego e Robinho, agora como adversários.

A história dos dois jogadores se iniciou no Santos, em 2002, na equipe que ficou conhecida como a segunda geração dos Meninos da Vila (a primeira foi em 1978). Após um período negro na trajetória santista, onde o clube chegava há cinco anos sem conquistar um título e acumulando fracassos seguidos, a direção do Peixe decidiu voltar ao modelo que sempre deu certo: trabalhar com as categorias de base. 

O time que foi formado pelo Santos, teve como treinador o experiente Emerson Leão, e tinha baixa média de idade, porém com jogadores de alta qualidade em todas as posições. No meio dos jovens, dois adolescentes se destacaram: o meia Diego e o atacante Robinho. 

Diego, na época com 17 anos, e Robinho, com 18, eram atrevidos, jogavam com personalidade, driblavam fácil e finalizavam com precisão. Não demorou muito para os olhos do futebol brasileiro se voltassem para a dupla, que viria a ser campeã nacional naquele ano ao derrotar o Corinthians.

A parceria durou mais dois anos e se encerrou após o Santos negociar Diego com o Porto. Robinho ainda ficou mais um ano no Peixe, até ser vendido para o Real Madrid na metade de 2005. Somente em 2007, ambos se reencontraram em campo, mas como adversários. Na partida entre Real Madrid x Werder Bremen, os merengues venceram por 2 a 1. Diego atuou os 90 minutos e Robinho entrou na etapa final. Naquele jogo, o meia rasgou a camisa do atacante. 

"Enfrentar ele é sempre especial. Já aconteceu, rasguei a camisa dele. Ele ficou com uma historinha de que vai dar caneta. Uma vez joguei contra ele, eu estava no Werder Bremen e ele no Real Madrid, pela Champions. Estava no rebote, a bola sobrou, fui dominar, escapou um pouco, o gramado estava molhado. Ele tinha acabado de entrar, veio como um raio e deu um tapa na frente. Quando ele passou, dei dois passos e falei: "não vou aguentar". Catei na camisa dele e rasguei até embaixo, levei cartão amarelo", declarou Diego ao programa Bem Amigos, do canal SporTV.

Após este confronto, os dois voltariam a se enfrentar apenas em 2014 e defendendo clubes diferentes. Atlético de Madrid x Milan entraram em campo valendo pelas oitavas de final da Uefa Champions League 2013/14. Desta vez, foi Diego quem comemorou no final. O time espanhol venceu por 4 a 1, no agregado, e se classificou para a fase seguinte.

Mais maduros, porém, ainda capazes de encher os olhos dos torcedores, Diego e Robinho serão presenças marcantes no clássico que tem muita história para contar, e ambos devem ajudar a escrever mais um capítulo da rivalidade entre Atlético-MG e Flamengo.