Longos caminhos até a seleção brasileira de Emily Lima

Conheça a trajetória da nova técnica da seleção brasileira de futebol feminino do Brasil

Longos caminhos até a seleção brasileira de Emily Lima
Foto: Divulgação/CBF

Você conhece Emily Lima? Ela é a nova técnica da seleção brasileira feminina de futebol. A paulistana é um dos nomes de maiores influencias recentes na área, ex-jogadora e treinadora há cinco anos, Emily assume o posto de frente no Brasil.

A jovem começou como jogadora do Saad com 14 anos. Passou por vários clubes, como São Paulo, Palestra de São Bernardo, Barra de Teresópolis, Santos e Veranópolis. Fez parte do grupo integrante de seleção sub-17 e da preparação para Olimpíada de Atenas, Grécia, 2004.

Com 21 anos teve oportunidade de jogar na Europa. Foram oito anos e cinco clubes. Vestiu as camisas do Estudiantes de Huelva, Puebla de la Calzada, Prainsa de Zaragoza e L’Estartit. Emily encerrou sua carreira de jogadora no Napoli, em 2010 com 30 anos.

Na Portuguesa ela teve a primeira experiência na área da comissão técnica de futebol, exercia a função de supervisora e assistente. Logo, o Juventus-SP a contratou como treinadora. Permaneceu no clube paulista até 2013, quando foi chamada para as categorias de base da seleção nacional.

Em 2015, foi convidada para dar continuidade ao trabalho vitorioso do São José-SP, cujo clube era campeão mundial e tricampeão da Libertadores. Em 2016, a técnica Emily conduziu o time à final da Copa do Brasil feminina e ficou na segunda colocação.

Neste mês de novembro, a técnica Emily Lima recebeu uma proposta. Ser a mulher de frente da seleção principal do Brasil, ela aceitou o desafio. Finalizando o curso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Licença B, para treinadores de categorias de base, ela adquire novas aprendizagens. Emily se torna a primeira no comando de seleções principais do nosso país.

São 20 anos no meio do futebol feminino, todo esse tempo rendeu experiências dentro e fora de campo. A menina de São Paulo nascida em 29 de setembro de 1980 terá o sonho de comandar o Brasil realizado.