Atacante Nixon é regularizado e fica disponível para atuar pelo América-MG

Jogador estava sem jogar desde a eliminação na Copa do Brasil para o Fortaleza

Atacante Nixon é regularizado e fica disponível para atuar pelo América-MG
Foto: Divulgação/América-MG

Depois de vários dias de indefinição, a situação do atacante Nixon foi regularizada. Após ser impedido de jogar pelo América-MG no Campeonato Brasileiro, o jogador que veio por empréstimo junto ao Flamengo foi liberado pela CBF e está à disposição do clube mineiro. 

O impedimento de Nixon aconteceu por causa de uma determinação da CBF, que impedia o atacante de atuar no pelo América-MG no Campeonato Brasileiro. O regulamento dizia que "cada clube poderá receber até cinco atletas transferidos de outros clubes do campeonato da Série A. De um mesmo clube da Série A, somente poderá receber até três atletas". No caso do Coelho, Eduardo e Michael vieram do Fluminense, Alan Mineiro, do Corinthians, Gilson, da Ponte Preta, e Juninho, do Atlético-PR.

A diretoria americana entendia que Michael e Nixon estavam habilitados, uma vez que o primeiro, mesmo tendo passe preso ao Fluminense, veio do Estoril, de Portugal, e o segundo não entrou em campo pelo Flamengo neste Brasileirão. Por questão de segurança, a diretoria consultou a CBF, que deu o parecer favorável ao clube mineiro.

Nixon chegou ao Coelho no mês de julho. O vínculo termina no dia 31 de dezembro deste ano. Antes de chegar ao América, o atacante ficou sem jogar durante um ano e cinco meses, devido a duas cirurgias no joelho esquerdo. Enquanto atuou pelo rubro-negro carioca, Nixon esteve em campo 75 vezes, marcando 14 gols. Pelo alviverde mineiro, o jogador esteve em campo na fatídica derrota sofrida contra o Fortaleza, por 4 a 1, que eliminou o clube da Copa do Brasil.

O técnico Enderson Moreira poderá contar com o jogador já na próxima rodada, quando o América-MG viajará para enfrentar o Vitória, domingo (28), às 18h30, na Arena Fonte Nova, valendo pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante americano ainda não definiu a equipe titular para o compromisso em solo baiano e a estreia do atacante no Brasileirão depende apenas da vontade do treinador.