Meia colombiano Eisner Loboa acerta rescisão e é o 13º jogador a deixar o América-MG

Jogador veio com status de grande contratação, mas não correspondeu dentro de campo e nem ao alto salário

Meia colombiano Eisner Loboa acerta rescisão e é o 13º jogador a deixar o América-MG
Foto: Mourão Panda/América-MG

Aos poucos o América-MG vai dispensando jogadores contratados para a temporada 2016. A bola da vez é o meia colombiano Eisner Loboa, de 28 anos. O atleta foi contratado a peso de ouro pelo time americano e só atuou em apenas três partidas pelo clube, todas entrando durante os jogos, e não marcou nenhum gol. 

Loboa foi contratado junto ao Monarcas Morelia, do México, como grande aposta para o América na disputa do Campeonato Brasileiro para a carência de jogadores de criação no meio-campo alviverde. O salário do jogador era um dos maiores do elenco, mas dentro de campo, o meia não correspondeu às expectativas e também ao investimento feito pela diretoria americana. 

Todo o investimento feito pelo América para a temporada 2016 vai se desfazendo com o passar dos meses.  A diretoria do Coelho trouxe um pacotão de reforços para suprir a perda de vários jogadores importantes da Série B do Brasileirão de 2015. Porém, conforme as dispensas vão acontecendo, confirma-se que a direção do time americano gastou muito dinheiro para ter um time extremamente ineficiente. 

Dos 27 atletas contratados para a disputa dos campeonatos Mineiro e Brasileiro, além da Copa do Brasil, 12 não fazem mais parte do elenco americano. São eles: Artur e Adalberto (zagueiros); Rafael BastosEduardo e Alan Mineiro (meias); Cesinha, Romário, Maranhão, Tiago Luís, William BarbioBorges e Victor Rangel (atacantes).