Leandro Guerreiro se despede do América-MG após três temporadas: "Vontade era permanecer"

Comunicado de que não terá seu contrato renovado, volante do Coelho fará última partida diante da torcida, contra o Sport, neste sábado (26)

Leandro Guerreiro se despede do América-MG após três temporadas: "Vontade era permanecer"
Aos 38 anos, Leandro Guerreiro capitaneou o América-MG durante a temporada (Foto: Carlos Cruz/AFC)

O torcedor do América-MG que quiser ver o volante Leandro Guerreiro em ação pela última vez com a camisa do clube no Estádio Independência, terá que ir ao duelo contra o Sport, neste sábado (26), às 20h, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o volante foi comunicado pela diretoria do Coelho de que seu contrato, que vence no fim do ano, não será renovado.

Desde 2014 vestindo a camisa do América-MG, Leandro Guerreiro foi pego de surpresa com a decisão da diretoria. O volante esperava permanecer no clube, no qual disputou 147 partidas até o momento, marcando um gol. Agora, o jogador precisa decidir seu próximo destino no futebol, mas, sem pressa.

"A diretoria me chamou, contra a minha vontade, porque minha vontade era permanecer, mas a diretoria decidiu que não vai renovar meu contrato. Então, já oficializando isso: Leandro Guerreiro, ano que vem, vai procurar o seu rumo, procurar viver a sua vida e deixar na mão de Deus para que, tomara, o melhor aconteça”, disse o volante.

Guerreiro, no entanto, não escondeu que teve divergências com a diretoria nesta temporada, na condição de capitão da equipe. Por diversas vezes, o jogador cobrou reforços dos dirigentes. Agora, o atleta pensa apenas em se despedir da torcida, já que o Coelho já está rebaixado para a Série B. 

“A gente sabe que no futebol isso acontece. Neste ano, eu, como capitão da equipe, bati de frente, algumas vezes, com a direção. Eu tinha que defender minha equipe. Faz parte. O importante é que eu dei o meu sangue, saio muito feliz daqui, muito alegre com a torcida, muito alegre com todo mundo. Só tenho a agradecer", declarou o camisa 8.

Além de Leandro Guerreiro, a diretoria do América-MG liberou mais seis jogadores: o lateral-direito Jonas, os zagueiros Alison e Cardoso, o lateral-esquerdo Bruno Teles, o volante Claudinei e o atacante Nílson. Com exceção de Guerreiro, os atletas liberados não vestem mais a camisa do Coelho na atual temporada. Sequer treinaram nos últimos dias.