Após se afastar por problemas de saúde, Eduardo Maluf volta ao Atlético-MG

Notícia partiu do presidente do clube, Daniel Nepomuceno, que utilizou a rede social Twitter para comunicar aos torcedores

Após se afastar por problemas de saúde, Eduardo Maluf volta ao Atlético-MG
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

A torcida atleticana e o mundo do futebol recebeu uma grande notícia na tarde desta quarta-feira (31). O diretor de futebol do Atlético-MG, Eduardo Maluf, retomou suas atividades profissionais na sede do clube, localizada no bairro de Lourdes, em Belo Horizonte. Maluf estava afastado há cinco meses para tratar de problemas de saúde. 

Quem deu a boa notícia foi o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, utilizando a rede social Twitter. "Maluf liberado do DM. Já esteve hoje na Sede trabalhando. Seja bem-vindo de volta! Obrigado, Dr. Bruno Ferrari", tuitou.

Foto: Reprodução/Twitter @dan_nepomuceno
Foto: Reprodução/Twitter @dan_nepomuceno

Mesmo aparecendo na sede do Atlético para retornar ao trabalho, Maluf ainda não assumirá seu posto integralmente. Após encerrar o tratamento, o diretor de futebol viajará por uma semana com a família. 

Eduardo Maluf foi diretor de futebol do Galo em 2000, deixou o clube no ano seguinte e retornou em 2010 a pedido de Alexandre Kalil. Na atual passagem, ajudou a montar uma das formações mais competitivas da história do clube, que culminaram nas conquistas da Copa Libertadores da América de 2013, Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana, em 2014, além de quatro campeonatos estaduais. 

Rivalidade colocada para escanteio

Rivalidade à parte, a volta de Eduardo Maluf também agitou o rival Cruzeiro. O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin, também usou o Twitter para deixar seu recado e votos de bom retorno ao dirigente alvinegro. "Feliz com a notícia da volta do Maluf ao trabalho. Rivalidade à parte, seja muito bem-vindo de volta ao mundo da bola!", escreveu o dirigente. Maluf trabalhou no clube celeste entre 2001 e 2009.

Foto: Reprodução/Twitter @BrunoVicintin
Foto: Reprodução/Twitter @BrunoVicintin