Clayton comemora bom momento no Atlético-MG e visa continuar como titular da equipe

Autor do gol no clássico contra o Cruzeiro, atacante espera dar continuidade à boa fase contra a Ponte Preta

Clayton comemora bom momento no Atlético-MG e visa continuar como titular da equipe
Clayton comemora bom momento no Atlético-MG e visa continuar como titular da equipe (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Uma das contratações mais caras do Atlético-MG para a temporada, Clayton parece estar finalmente se encaixando no time alvinegro. O atacante emplacou dois jogos na equipe titular e, de quebra, marcou o gol do Galo no clássico contra o Cruzeiro, no último domingo (18), no Mineirão. Em entrevista coletiva nessa segunda-feira (19), na Cidade do Galo, o jogador celebrou o bom momento.

Gol no clássico dá moral para todo atacante, e eu vinha há um bom tempo sem fazer gol. Então, dá uma confiança a mais e ajuda a ganhar um espacinho na equipe. Agora, o professor Marcelo [Oliveira] começa a quebrar a cabeça”, disse o atacante, que diante do Cruzeiro anotou seu quarto gol em 31 jogos pelo Galo.

Antes especulado para deixar o Atlético – imprensa italiana o colocou, em agosto, na mira da Lazio, da Itália –, Clayton admitiu que cresceu de produção nos últimos meses.

Acho que o meu desempenho nos últimos dois, três meses vem sendo melhor. Esse tempo que fiquei de fora da equipe foi bom para eu treinar um pouco mais e ganhar confiança nos treinos. O grupo também me deu confiança, falando que eu estava treinando bem”, ressaltou.

Clayton, agora, não quer volta ao banco de reservas. Não à toa, o atacante se colocou prontamente à disposição do técnico Marcelo Oliveira para o confronto contra a Ponte Preta, quarta-feira (21), às 19h30. O jogo ocorre em Campinas e será válido pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Se depender de mim, eu quero atuar como titular todos os jogos até o final do ano. Eu tenho 20 anos, tenho gás para dar. Eu me recupero rápido dos jogos. Se a oportunidade vier, irei me dedicar da melhor maneira possível para ajudar o Atlético a se classificar. A gente ainda não sabe quem vai jogar. O professor Marcelo ainda vai treinar, conversar com todos, vai ver o cansaço de cada jogador. Eu estou preparado”, concluiu.

O Atlético precisa vencer a Ponte Preta para poder avançar à próxima etapa da Copa do Brasil. No jogo de ida, no Mineirão, Galo e Ponte Preta empataram por 1 a 1.