Tentando manter aproveitamento perfeito em casa, Avaí joga clássico contra pressionado Joinville

Leão só venceu em casa na Série B, quatro de quatro partidas, e recebe vice-campeão catarinense, que está perto da zona de rebaixamento da Série B

Tentando manter aproveitamento perfeito em casa, Avaí joga clássico contra pressionado Joinville
No Catarinense, cada time venceu na casa do rival (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)
Avaí
Joinville
Avaí: Renan; Renato, André Santos, Gabriel, João Paulo; Lucas de Sá, Jajá; Tatá. Tauã, Romarinho; William. Técnico: Silas
Joinville: Oliveira; Everton Silva, Bruno Aguiar, Ligger, Diego; Naldo, Paulinho Dias, Pereira, Carlos Alberto (Diones); Gabriel Vasconcelos (Murilo), Cléo Silva. Técnico: Hemerson Maria
ÁRBITRO: João Batista de Arruda (RJ), que será auxiliado por Helton Nunes (SC) e Thiago Americano Labes (SC)
INCIDENCIAS: 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, SC; a partida começa às 16h

Diferente do que se esperava após o Campeonato Catarinense, o Avaí enfrenta o Joinville com muito mais tranquilidade nesse começo de Série B. O Leão, que só se salvou do rebaixamento no estadual na penúltima rodada, não consegue vencer fora de casa na Segundona, mas as vitórias em casa mantém o time perto do G-4. Enquanto isso, o JEC, vice-campeão de SC, tem apenas uma vitória em sete jogos e está na 16ª colocação, uma posição acima da zona de rebaixamento.

No retrospecto, o JEC tem uma grande vantagem. As equipes se enfrentaram 194 vezes na história e retrospecto aponta 59 vitórias do Avaí, 51 empates e 84 vitórias do Joinville. Em 2016, o Leão venceu na Arena por 2 a 0 e o Tricolor venceu na Ressacada: 1 a 0.

Silas volta com time 'conhecido' após poupar atletas

Fora de casa, o Avaí novamente não conseguiu um bom resultado. Em Bragança Paulista, o Leão perdeu por 1 a 0 para o Bragantino e caiu da 6ª para a 10ª colocação na Série B, com 10 pontos. Se fora de casa o time perdeu 12 dos últimos 13 jogos, em casa o Leão venceu seus quatro jogos no Brasileiro e quer manter esse 100% de aproveitamento na Ressacada.

Em relação a partida anterior, Silas terá os retornos dos atacantes Tatá e William, que foram poupados da viagem à SP por conta de desgaste, e do lateral Renato, que ficou no banco contra o Bragantino também por conta da sequência de jogos. Assim, o Avaí será o mesmo time das quatro rodadas anteriores a derrota em Bragança. Segundo o treinador avaiano, é importante manter um entrosamento na equipe titular.

" A ideia de todo o treinador, em todo o tempo, é ter um time. É ruim quando o torcedor não sabe qual o time. E quando ele sabe, é sinal de que a coisa está começando a encaminhar. O que todo treinador tem sofrido nesse momento, e acredito que é por causa da Olimpíada, é o jogo em sequência. Às vezes o jogador sente, e o CK (que serve para medir o nível de desgaste) é o nosso primeiro auxiliar técnico", explicou.

Os novos contratados, Renato, Luan e Capa ainda não estão à disposição, enquanto Renanzinho, João Filipe, Judson, Rafinha e Marquinhos ainda se recuperam de lesão.

Silas vai voltar com time das rodadas anteriores (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)
Silas vai voltar com time das rodadas anteriores (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

Hemerson Maria mantém mistério na escalação

Após uma recuperação grande com a chegada de Hemerson Maria, que levou o JEC até a final do Catarinense, a base do time não conseguiu manter os resultados. Na última rodada, a derrota em casa para o Vasco por 2 a 0 foi a terceira em sete rodadas na Série B, onde o Joinville só venceu um jogo. Com seis pontos, o time está com a mesma posição do Goiás, 17º colocado.

Como habitual, o técnico Hemerson Maria manteve mistério sobre a escalação, apesar de indicar a manutenção do time da última rodada."Eu vou deixar o Silas pensar um pouquinho. Estou aguardando um posicionamento do departamento de futebol em relação ao Gabriel Vasconcelos e temos também o Fernando Viana. A ideia é de manutenção de boa parte da equipe que jogou contra o Vasco", disse.

Em relação ao jogo contra o Vasco, Hemerson Maria não contará com o atacante Heliardo, que saiu machucado. Seu substituto deve ser Gabriel Vasconcelos, que teve seu nome publicado no BID e pode fazer sua estreia com a camisa tricolor.

Em relação as atuações, o treinador já vê evolução na defesa, mas se preocupa com a produção ofensiva. Em sete jogos, o JEC só balançou as redes quatro vezes e tem o pior ataque da competição.

"Se eu falar que não preocupa (falta de gols), eu vou estar mentindo. As estatísticas apontam um caminho e é um fundamento que temos que melhorar, se você não fizer o gol, não ganha o jogo. Nosso sistema defensivo melhorou bastante, mas a produção ofensiva ainda não está suficiente. Tudo isso é acompanhado, tenho batido na tecla", afirmou.

Cria do Corinthians, Gabriel Vasconcelos pode estrear no JEC (Foto: Danny Cesare/Agência Corinthians)
Cria do Corinthians, Gabriel Vasconcelos pode estrear no JEC (Foto: Danny Cesare/Agência Corinthians)