Avaí busca primeira vitória fora de casa diante do embalado Brasil de Pelotas

Xavante vem de vitória importante longe do RS e quer fechar o primeiro turno mais próximo do G-4; Leão quer quebrar seu tabu, mas adversário está invicto diante de sua torcida

Avaí busca primeira vitória fora de casa diante do embalado Brasil de Pelotas
Leão tem a 18ª campanha como visitante na Série B (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)
Brasil de Pelotas
Avaí
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini; Weldinho, Leandro Camilo, Teco, Marlon; Leandro Leite, Nem (Washington), Felipe Garcia, Diogo Oliveira, Elias; Ramon. Técnico: Rogério Zimmermann
Avaí: Renan; Alemão, André Santos, Gabriel, Capa; Judson, Jajá, Rafinha (Caio César), Diego Jardel; Rômulo, William. Técnico: Silas
ÁRBITRO: Vinicius Gonçalves Dias Araujo, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Gustavo Rodrigues de Oliveira, todos de SP
INCIDENCIAS: 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas, RS; a partida começa às 19h15

Fechando o primeiro turno da Série BBrasil de Pelotas Avaí tentam ir para a pausa dos Jogos Olímpicos com astral alto. O Xavante, a cinco pontos do G-4, quer manter seu bom momento e colar ainda mais no grupo de acesso. Já o Leão, que vem de vitória em casa, quer deixar a zona de rebaixamento para trás e se estabelecer na parte alta da tabela na virada do turno.

As equipes se enfrentaram nove vezes na história, com cinco vitórias avaianas, duas xavantes e dois empates. O último encontro foi na Copa João Havelange em 2000: no Bento Freitas, em Pelotas, vitória do Avaí por 2 a 0.

Zimmermann mantém titulares e elogia Avaí antes de 'grande jogo'

A grande campanha do Brasil de Pelotas na Série B estava sendo construída pelo retrospecto em casa. Invicto como mandantes, com seis vitórias e três empates, o Xavante se manteve na parte alta da tabela durante todo o campeonato até aqui. Mas, faltava uma vitória fora para colocar o time perto do G-4. E ela veio na última sexta-feira (29). De virada, contra o 3º colocado, o time de Pelotas bateu o CRB por 2 a 1 e está em 6º lugar, com 27 pontos, cinco atrás do grupo de acesso.

O técnico Rogério Zimmermann não confirmou a escalação para enfrentar o Avaí, mas a dúvida é somente uma: Washington, que cumpriu suspensão, disputa vaga com Nem no meio-campo. Galiardo, que entrou no segundo tempo contra o CRB, está suspenso. O restante do time deve ser o mesmo da rodada passada.

Zimmermann destacou a importância do confronto desta terça-feira (2), e ressaltou a importância da partida. "Vai ser um grande jogo. Amanhã (terça) vamos ter um jogo de Campeonato Brasileiro. Vai vir uma equipe que até ano passado frequentava a Série A, uma das equipes que tem tradição, tem torcida, tem camisa", afirmou

Mais uma vez sofrendo com desfalques, Silas quer time próximo do grupo de cima

Após passar três jogos sem vencer, o Avaí conseguiu um resultado importante para aliviar a pressão e deixar o Z-4 mais longe. A vitória na Ressacada diante do Londrina, por 1 a 0, levou o time para o 12º lugar, com 23 pontos, quatro de vantagem para a zona de rebaixamento.

Agora, o objetivo do técnico Silas e do grupo de jogadores é deixar a parte de baixo para trás e mirar a parte de cima. Para isso, o time precisa fazer o que não consegue desde fevereiro: ganhar fora de casa. Em nove jogos longe da Ressacada na Série B, foram três empates e seis derrotas - antepenúltima campanha entre os visitantes na competição.

"Temos que finalizar com 26 pontos para aumentar as chances e não deixar o grupo da frente muito distante de nós. Apesar dos pontos de diferenças, ainda é possível chegar. Oscilamos muito no primeiro turno. Os atletas faziam um bom treino durante a semana, mas no jogo não rendiam tão bem. Muitos nunca haviam jogado uma Série B e estão adquirindo experiência durante o torneio, aos poucos estamos encorpando. Precisamos repor peças que perdemos. Devem chegar reforços", disse.

Novamente, Silas sofre com os desfalques. Em relação ao jogo passado, o técnico perde o lateral Renato, o volante Luan e o zagueiro e capitão Fabio Sanches, suspenso, além do atacante Lucas Coelho, machucado. O meia Lucas de Sá e o lateral-esquerdo João Paulo também estão entregues ao DM, assim como o ídolo Marquinhos, que há nove meses se recupera de uma cirurgia no joelho. Quem ficou fora do jogo contra o Londrina e está de volta é o atacante Rômulo, que cumpriu suspensão, e o zagueiro André Santos, recuperado de lesão.