Avaí vira contra Vila Nova nos acréscimos e garante mais uma rodada no G-4

Mesmo sendo pressionado no segundo tempo, Leão conseguiu gol aos 47 do segundo tempo que leva momentaneamente o time de SC para a 3ª colocação

Avaí vira contra Vila Nova nos acréscimos e garante mais uma rodada no G-4
Arte: Divulgação/CBF
Vila Nova
1 2
Avaí
Vila Nova: Saulo; Maguinho, Guilherme Teixeira, Reginaldo, Christiano (Roger, intervalo); Fagner, Geovane (Frontini, min. 6/2ºt), Victor Bolt, Fabinho (Vandinho, min. 30/2ºt); Joãozinho, Moisés. Técnico: Guilherme Alves
Avaí: Renan; Luiz Gustavo (Gustavo, min. 30/2ºt), Fábio Sanches, Betão, Capa; Luan, Judson, Renato, Diego Jardel (Caio César, min. 37/2ºt); Rômulo, William (Tatá, min. 16/2ºt). Técnico: Claudinei Oliveira
Placar: 1-0, min. 27/1ºt, Moisés. 1-1, min. 44/1ºt, William. 1-2, min. 45+2, Tatá
ÁRBITRO: Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Gabriel Conti Viana e Wendel de Paiva Gouveia, todos do RJ. Amarelos: Geovane, Moisés, Guilherme Teixeira (VNO); Rômulo (AVA)
INCIDENCIAS: 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, GO. Público: 5.372 pagantes; Renda: R$ 70.940,00

Mesmo sem uma grande atuação, o Avaí bateu o Vila Nova por 2 a 1, com gol nos acréscimos do segundo tempo e garantiu a 10ª vitória nos últimos 12 jogos da Série B. Moisés abriu o placar para os mandantes, mas William empatou no fim do primeiro tempo e Tatá marcou o gol da vitória no final da segunda etapa.

Com 54 pontos, o Avaí se iguala a pontuação do vice-líder Vasco, mas perde no saldo de gols. Em 3º lugar e com cinco de vantagem para o Bahia, 5º colocado, o time garante mais uma rodada no G-4. Já o Vila Nova para nos 43, vê a chance de acesso cada vez mais longe e é o 11º.

Na próxima terça-feira (25), o Vila Nova cumpre jogo atrasado da 28ª rodada contra o Sampaio Corrêa em São Luís (MA), às 20h30. O Avaí entra em campo na quarta-feira (26) em confronto direto contra o Vasco, no São Januário, às 21h45.

Avaí cresce no fim e empata primeiro tempo dominado pelo Vila

A primeira etapa começou equilibrada no Serra, mas aos poucos, o Vila passou a ter o domínio e passou a criar chances. Aos 15, Fagner foi travado na intermediária e a bola sobrou para Geovane, que arriscou chute de longe que passou perigosamente sobre o gol avaiano.

Aos 24, Moisés trouxe da direita para o meio e arriscou de canhota, mas a bola desviou em Judson e saiu à esquerda do gol de Renan. Três minutos depois, a superioridade do Vila recompensou os mandantes. Após cobrança de escanteio de Fabinho, Fagner desviou no meio da área e Moisés apareceu livre na segunda trave para tocar de cabeça para o fundo das redes do Avaí.

Mesmo após o gol e apesar da posse de bola equilibrado (54% de vantagem para os mandantes), o Avaí teve dificuldade para propor o jogo e o Vila Nova continuava assustando mais. Aos 36, Renato afastou mal após subida de Fabinho pela direita e a bola sobrou para Victor Bolt, que encheu o pé em chute rasteiro de longe, que explodiu no pé da trave.

O Avaí só foi ter a sua primeira finalização após nove chutes do Vila Nova. E foi com um pouco de sorte. Aos 42, Luiz Gustavo avançou pela direita, tentou cruzar, mas a bola tomou a direção do gol e Saulo se esticou para salvar o Tigre. Mas, dois minutos depois, em um raro momento de inspiração dos visitantes, Diego Jardel deu assistência por elevação encobrindo a defesa colorada e William saiu na cara do goleiro, bateu por baixo de Saulo para empatar o jogo e voltar a marcar após quase cinco meses.

Avaí suporta pressão e vence com gol no fim

O Vila Nova, além da postura ofensiva do primeiro tempo, teve duas alterações ofensivas logo no início do segundo tempo - as entradas de Moisés e Frontini -, e se lançou para o ataque. Assim, deu espaços para o Avaí e o jogo foi mais aberto na segunda etapa.

Aos 4, Moisés recebeu de Guilherme Teixeira e arriscou chute no ângulo direito, mas Renan fez grande defesa para evitar o segundo dos mandantes. A resposta avaiana foi aos 9. Capa fez jogada individual pela esquerda, passou por Maguinho e cruzou para a área. A bola tomou a direção do gol e explodiu no travessão de Saulo.

Em contra-ataque puxado por Joãozinho aos 17, Frontini apareceu livre na entrada da área, mas bateu fraco e Renan segurou sem problemas. A grande chance do Avaí foi aos 29. Em cobrança de falta ensaiada cobrada por Diego Jardel, Renato cruzou e Rômulo apareceu livre na área, mas cabeceou à esquerda do gol.

Nos 15 minutos finais, o Vila Nova pressionou e lançou muitas bolas na área, apesar de não ter grandes oportunidades. Aos 34, Joãozinho recebeu de Frontini com espaço na área e bateu forte, mas Fábio Sanches apareceu para cortar a trajetória da bola e evitar que ela chegasse ao gol. 

Buscando a vitória, o Vila acabou dando muito espaço na defesa e pagou caro. Já aos 47, em contra-ataque puxado pelo meio, Rômulo lançou Tatá, que partiu do campo de defesa, avançou livre e tirou do goleiro para virar o jogo e garantir para o Avaí mais uma rodada no grupo de acesso.