Guto Ferreira defende Hernane: "Função dele não se resume a fazer gol"

Após goleada do Bahia, treinador respondeu às críticas da torcida e pediu para que cobrem de Hernane apenas quando o time não estiver atingindo os objetivos

Guto Ferreira defende Hernane: "Função dele não se resume a fazer gol"
Bahia está a dois pontos do G4 da Série B (Foto: Felipe Oliveira/E.C.Bahia)

Com a goleada por 4 a 0 no Tupi-MG, o Bahia encerra a 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro mais próximo do seu objetivo, o G4. O Tricolor chega aos 46 pontos, dois a menos que Londrina, Avaí e Náutico – terceiro colocado – e disputará mais uma partida em casa, dessa vez, contra o Brasil de Pelotas-RS.

No fim do primeiro tempo, o Bahia já vencia por 3 a 0, com uma assistência de Hernane para o primeiro gol, marcado por Renato Cajá, mas, ainda assim, a torcida Tricolor pegava no pé do atleta pedindo para o treinador Guto Ferreira substituir o atleta, mas o técnico saiu em defesa do Brocador.

- Mais do que nunca, a torcida gritando para tirar o Hernane. Nós ganhamos de 4 a 0, você está preocupado com o Hernane? Os gols estão saindo. Ele não está fazendo, mas uma hora ele vai fazer. Será que ele merece toda essa pressão?

Guto explicou que o atleta reconhece o jejum que vem passando – marcou pela última vez no dia 17 de setembro, contra o Goiás – e que se cobra muito para reverter essa situação. O treinador também explicou a função do Brocador no campo e alfinetou a torcida.

"Vamos parar um pouco e vamos ver até onde estamos nos ajudando. Você acha que ele não tem consciência, que não se cobra, que ele está no dia a dia roubando? O cara está trabalhando pra caramba. E volto a falar: a função dele não se resume a guardar e fazer o gol. O Hernane, querendo ou não, é referência, e aí a zaga vai preocupada com ele, e o time se aproveita e os outros fazem os gols. Então a gente segue marcando. Não adianta. Quanto tiver a equipe toda em jejum, você começa a cobrar dele. A equipe não está em jejum. Só ele. E ele vem se cobrando muito", encerrou.