Ricardo Gomes comemora o triunfo do Botafogo diante do Palmeiras: “Foi a melhor partida”

O treinador comemorou bastante a vitória por 3 a 1 sobre o Palmeiras e o desempenho de equipe que conseguiu se afastar do Z-4 e respirar aliviado

Ricardo Gomes comemora o triunfo do Botafogo diante do Palmeiras: “Foi a melhor partida”
Foto: Vítor Silva/SSpress/Botafogo

Após um jejum de três partidas sem vencer, a equipe do Botafogo reencontrou o caminho das vitorias diante do Palmeiras na noite deste domingo (31), jogando em casa pelo Campeonato Brasileiro Série A e deixou a zona de rebaixamento, com 20 pontos somados. O Alvinegro vem embalado pela vitória por 1 a 0 no meio de semana pela Copa do Brasil diante do Bragantino, onde conquistou a classificação para as oitavas de final.

O resultado de 3 a 1 diante do Alviverde paulista foi muito comemorado pelos jogadores e pelo técnico Ricardo Gomes, que em entrevista após o jogo se mostrou bastante satisfeito com o comportamento dos atletas durante a partida. Ricardo comemorou o retorno e a sequência de boas atuações de alguns jogadores como Camilo e Neilton o fato de ter a Arena Botafogo como um trunfo para a sequência do Campeonato:

“Passamos dois ou três meses sofrendo com as lesões. Dudu Cearense recuperou a boa forma, a chegada do Camilo, o time precisava ganhar corpo, não era da noite pro dia, precisamos de um tempo para que as coisas funcionem.”

O técnico mostrou preocupação em relação ao desgaste de Camilo, que tem seus altos e baixos e foi um dos únicos jogadores que chegou sem precisar ganhar ritmo de jogo, fazendo ótima estreia diante do Inter. Diferente de Neilton, que atualmente vem ganhando ritmo de jogo, Ricardo não poupou elogios ao falar da estrela da noite:

 “O primeiro dele foi ótimo, o passe que resultou no pênalti foi dele. Ele tem técnica, vem ganhando forma, depois da lesão demorou a ganhar condicionamento, mas agora toda parte técnica fica mais evidente. Agora está solto, jogando bem.”

O treinador enalteceu bastante a equipe e afirmou que essa foi a melhor partida do alvinegro carioca no campeonato, mas buscou manter os pés no chão. Avaliou o primeiro tempo melhor que o segundo, que viu o time sofrer um pouco com a qualidade e organização do Palmeiras. Lembrou também que o time se organizou bem mesmo depois de sofrer o gol, mas ressaltou a dificuldade da competição e dos adversários que tem pela frente na busca para se afastar ainda mais da zona da degola. 

“ No Campeonato Brasileiro você tem que ter motivação a cada rodada, mas somos todos seres humanos, não conseguimos inventar robôs. Gosto mais do meu time com essa extrema motivação, contra o líder. Essa dinâmica não pode ser só um tempo. Saímos de uma situação, estamos um pouco mais aliviados. Foi a melhor partida, mas tem muita coisa para acontecer. Nós temos que estabilizar nesse patamar para continuarmos subindo. Temos que manter esse nível de atuação.”

O Botafogo agora volta seus olhares para o próximo adversário na luta por se afastar cada vez mais do Z -4. O alvinegro viaja para enfrentar a Ponte Preta nesta quarta-feira (04), às 19h15 no Moisés Lucarelli, pela 18ª rodada do Brasileirão.