Ricardo Gomes lamenta revés diante da Ponte Preta: "Demoramos a entrar no jogo"

Técnico lamentou a derrota por 2 a 0 para a Macaca e se mostrou preocupado com a oscilação e desgaste do time durante o Brasileiro

Ricardo Gomes lamenta revés diante da Ponte Preta: "Demoramos a entrar no jogo"
Foto: Vítor Silva/SSpress/Botafogo

Após grande atuação e vitória na partida contra a equipe do Palmeiras no último final de semana, o Botafogo tropeça fora de casa diante da Ponte Preta nessa noite de quinta-feira (04), no Moisés Lucarelli, pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe Alvinegra continua sem conseguir emplacar dois triunfos consecutivos na competição e permanece na décima quinta colocação com 20 pontos somados.

A derrota para a Macaca por 2 a 0 foi bastante lamentada pelo técnico Ricardo Gomes que em entrevista após a partida atribuiu – entre outros fatores – ao desgaste um peso importante para a oscilação do time ao longo da partida e durante todo o Campeonato Brasileiro. Ricardo também elogiou o adversário que conseguiu neutralizar jogadores importantes como Neíton e Camilo.

“Sem sombra de dúvidas o desgaste está sendo o maior problema do Botafogo na temporada. Tivemos essa obrigação pela Copa do Brasil. Nós tínhamos que passar. Pegamos um jogo contra o líder, que nós precisávamos sair da zona. Conseguimos. Teve um desgaste e logo após um relaxamento. Por isso entramos mal no jogo. A Ponte dificultou muito o nosso jogo. Neílton e Camilo não conseguiram achar epaço. Eles neutralizaram bem nosso time e obtiveram vantagem.”

O treinador analisou o desempenho dos jogadores durante os 90 minutos contra o time do interior paulista, chamando a atenção para um relaxamento e euforia causados pelos últimos resultados positivos, tanto na competição mata-mata quanto no triunfo sobre o então líder da Série A, Palmeiras.

“O Botafogo demorou a entrar no jogo, ficamos 30 minutos sem uma boa organização. Tomamos o gol. Nos quinze minutos finais do primeiro tempo tivemos duas oportunidades, mas deveria ter acontecido desde o início. Nós demoramos bastante para entender e entrar no jogo. No segundo tempo entramos melhor, mais organizados mesmo assim não conseguimos. Nós sabíamos da importância desse jogo, mas normalmente você relaxa. Ganha do líder. Sai da zona, o que moraliza. Mas moralizou e relaxou também. Isso peso na partida de hoje.”

O alvinegro carioca – por conta Olimpíada – tem dez dias de preparação quando volta a atuar pelo Brasileirão no dia 14/08 contra o São Paulo às 16h15 da tarde, no Morumbi, pela 20ª rodada válida do segundo turno. O confronto contra o Grêmio pelo último jogo do primeiro turno foi adiado e só será disputado no dia 04/09, às 18h30 na Arena Botafogo.