Rafael Grampola marca dois, Bragantino vence e distancia Criciúma do G-4

Após queda de energia, Rafael Grampola salva Braga de mais um fracasso dentro de casa

Rafael Grampola marca dois, Bragantino vence e distancia Criciúma do G-4
(Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma EC)
Bragantino
2 0
Criciúma
Bragantino: Renan Rocha; André Rocha (Anderson Ligeiro, min. 56), Lucas Rocha, Diego Sacoman, Bruno Pacheco (Fabiano, min. 43); Daniel Pereira, Gabriel Dias, Alan Mineiro; Watson (Guilherme Andrade, min. 74), Rafael Grampola, Claudinho. Técnico: Marcelo Veiga
Criciúma: Luiz; Ricardinho, Ferron, Diego Giaretta, Niltinho; Ruan, Felipe Guedes (Adalgiso Pitbull, min. 58), Caíque Valdívia, Thiago Humberto, Roberto (Clayton, min. 80), Jheimy (Hélio Paraíba, min. 45). Técnico: Roberto Cavalo
Placar: 1-0, min. 85, Rafael Grampola. 2-0, min. 88, Rafael Grampola.
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araújo (RJ). Cartões Amarelos: Rafael Grampola (min. 73) e Ferron (min, 88)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 31ª RODADA DA SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2016, NO ESTÁDIO NABI ABI CHEDID, EM BRAGANÇA PAULISTA, SP

Em jogo válido pela 31ª rodada da Série B, o Bragantino recebeu o Criciúma no estádio Nabi Abi Chedid e conseguiu quebrar uma sequencia de seis jogos sem vitória, Rafael Grampola autor dos dois gols do Braga, foi o nome da noite. 

Com a vitória, o Massa Bruta chega aos 30 pontos e fica a uma vitória de sair da zona do rebaixamento caso o Oeste tropece ainda nesta rodada. Já o Criciúma depende de derrotas de Londrina, Bahia, Avaí e Náutico nesta rodada para se manter na disputa da vaga para a Série A do Campeonato Brasileiro do ano que vem.

O Bragantino viaja rumo ao nordeste do país para enfrentar o Ceará no Castelão, sexta-feira (21) às 21h30. Derrotado, o Criciúma vai em busca da recuperação diante de seus torcedores no Heriberto Hulse, contra o líder Atlético GO, sábado (22) às 19h30.

Os desfalques no meio-campo foram os mais sentidos pela equipe catarinense essa noite. O técnico Roberto Cavalo não conseguiu que o time mantesse a intensidade no seu jogo com os reservas Felipe Guedes e Ruan, ausencia de BarretoDouglas Moreira prejudicou muito os visitantes fazendo com que o Braga dominasse o meio com facilidade.

Além das ausencias no meio-campo, os laterais Marlon e Paulo Cézar também não atuaram e fizeram falta. Raphael Silva que estava suspenso, foi substituido por Ferron que acabou cometendo um pênalti e falhando no segundo gol do camisa nove do Braga.

Aos 42 minutos, pela quarta vez nesta Série B, ocorreu uma queda de energia no estádio Nabi Abi Chedid, com a queda o jogo foi paralisado por aproximadamente 40 minutos. Quando a luz voltou os três minutos restantes foram jogados e os time se redirecionaram ao vestiário.

No segundo tempo, a mística foi confirmada, três quedas de luz e três vitórias, agora a quarta queda e logo a vitória.

Um bom franco-atirador como o Bragantino conseguiu aproveitar o deslize carvoeiro para pressionar, aos 28 minutos em um lance de sorte, Ferron bateu com a mão na bola e o juiz marcou pênalti para o Bragantino, o herói Rafael Grampola foi para a cobrança e marcou o primeiro dos mandantes. 

Dois minutos depois, Alan Mineiro apareceu pela esquerda lançou Rafael Grampola que deu um corte seco no zagueiro Ferron e fechou o jogo.