Em jogo movimentado e equilibrado, Corinthians e Grêmio ficam no empate

Timão e Tricolor gaúcho não conseguem colocar a bola na rede e largam com um ponto cada no Brasileirão 2016

Em jogo movimentado e equilibrado, Corinthians e Grêmio ficam no empate
Duelo realizado na Arena Corinthians marca estreia das equipes (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)
Corinthians
0 0
Grêmio
Corinthians: Walter; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique; Marquinhos Gabriel, Elias, Rodriguinho (Guilherme) e Romero (Giovanni Augusto); André (Luciano).
Grêmio: Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Miller Bolaños (Edinho) e Luan (Everton); Bobô (Henrique Almeida).
Placar: 0-0
ÁRBITRO: WILSON PEREIRA SAMPAIO (FIFA/GO), ALESSANDRO A. ROCHA MATOS (FIFA/BA) E GUILHERME DIAS CAMILO (FIFA/MG)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputada na Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

O Corinthians recebeu o Grêmio pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016. No duelo entre o campeão e o vice da temporada anterior, o 0 a 0 persistiu apesar das tentativas dos dois lados.

Com isso, Timão e Tricolor gaúcho somam um ponto cada e adiam para 2ª rodada a tentativa de vencer e marcar os primeiros gols. No segundo compromisso, o Corinthians viaja a Salvador e encara o Vitória, às 16h do próximo domingo (22). Já o Grêmio recebe o Flamengo, no mesmo horário, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Duelo intenso e algumas chances para os dois lados

No início, boa oportunidade o Corinthians criou em lance polêmico, em falta que o assistente marcou de Fred sobre André. Uendel foi para cobrança e carimbou a barreira. Em seguida, o Grêmio teve uma boa escapada em troca de passes que ligou Miller Bolaños na direita. O equatoriano cruzou e Giuliano chegou batendo de canhota pela linha de fundo.

A primeira defesa de Grohe veio após escanteio da direita. O Corinthians cobrou curto e fez o levantamento com a cabeçada de Felipe sendo defendida firmemente no centro da meta pelo goleiro gremista. O Timão buscava sufocar a saída de bola gremista, mas por vezes o Tricolor escapava e conseguia trocar passes no campo ofensivo.

Aos 19 minutos, Bobô recebeu em condição legal, entrou em diagonal ao crime, mas o chute rasteiro foi defendido com a perna pelo bem colocado Walter, que fechou o ângulo para salvar o Corinthians. Aos 22, Geromel desarmou os mandantes, tocou para Miller e este encontrou Luan, que finalizou por cima da meta.

Aos 28', jogada aguda do Timão com Fagner procurando Bruno Henrique na pequena área. O zagueiro Fred chegou para dividir e colocar para escanteio. Na segunda cobrança, Elias tentou emendar a sobra com uma puxeta e mandou a bola acima do alvo, pela linha de fundo. Com meia hora, Marquinhos Gabriel levou vantagem na individual, deu dois dribles pela direita, ingressou para o arremate, mas não pegou em cheio. André, que tentava concluir o lance, foi flagrado em impedimento.

O Corinthians cresceu e encurralou o Grêmio no momento do jogo. Rodriguinho arrancou pelo meio, tentou colocar de perna direita, mas a bola não teve o efeito desejado e saiu ao lado da meta.

O Grêmio reagiu oportunidade aos 40. Bolaños recebeu para invadir a área em dois contra um, teve dificuldade para dominar no peito e colocar na grama e Fagner chegou firme para botar em escanteio. Em troca de passes aos 42', Luan tentou acionar o equatoriano, mas a bola ficou mais para o goleiro Walter. Foi a última criação do primeiro tempo.

Jogo mais aberto, mudanças nos ataques, mas empate no fim

Aos 4 minutos, perdeu chance o Timão. Em chutão que partiu da defesa após sobra de escanteio, o defensor Felipe receberia na cara do gol e em posição legal, mas não teve domínio e Grohe ficou com a posse pelo Grêmio. Aos 6', Marquinhos Gabriel serviu Fagner em passe de letra e o lateral chutou forte sobre Marcelo Oliveira, em escanteio.

O jogo seguiu em ritmo mais morno, mas com o Corinthians infiltrado no campo gremista. Tite mexeu pela primeira vez aos 14 minutos. Guilherme no lugar de Rodriguinho e Giovanni Augusto no lugar de Romero. No primeiro lance após as mudanças, Guilherme lançou André na direita e este cruzou para Elias finalizar para fora.

Roger Machado sacou o apagado Luan e colocou Everton. Aos 20', Bobô conseguiu passe à frente para entrada de Miller Bolaños, cara a cara com o gol, mas a bola correu demais e o impedimento também foi marcado. Com 24' da etapa final, Walace mostrou as travas da chuteira à Fagner e o lateral sentiu a dividida no setor direito do campo.

A grande chance gremista pintou aos 26 minutos. Everton trocou passe para Bolaños, o equatoriano levantou a bola em devolução para Everton, a redonda passou por ele e chegou ao chute de primeira de Bobô, que mandou perigosamente à direita.

Última mudança de Tite foi a saída de André para entrada de Luciano no ataque. Roger incluiu Henrique Almeida no lugar de Bobô. Com o empate nos minutos finais, aos 37 minutos, Roger encerrou suas trocas com o volante Edinho na contenção na vaga de Miller Bolaños.

A postura defensiva final do Grêmio foi visível em um escanteio, quando os 11 gremistas estiveram na grande área. Em um cruzamento da direita, a 43', Luciano cabeceou por cima da meta. No minuto seguinte, Giovanni Augusto deu drible em Walace, colocou pra área e Luciano bateu prensado em Geromel, caracterizando escanteio.

Aos 46 minutos, Guilherme cruzou do bico da grande área e Grohe se esticou todo para tapear a bola no canto, em mais um escanteio. A última falta foi erguida na área e o Tricolor se safou para segurar o 0 a 0, em partida também marcada por muitos passes errados dos dois lados.