Tite exalta força coletiva após vitória, mas diminui favoritismo: "Apenas nos dez últimos jogos"

Treinador exaltou equipe corinthiana após vitória sofrida em clássico na Arena, mas não coloca time na briga pela liderança

Tite exalta força coletiva após vitória, mas diminui favoritismo: "Apenas nos dez últimos jogos"
Foto: Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians

Foi no sufoco. O primeiro clássico para Corinthians e Santos no Brasileiro 2016 teve o time da casa vitorioso. Com torcida única, os mais de 30 mil corinthianos viram Giovanni Augusto marcar na reta final e quebrar a defesa santista, perfeita no jogo.

A vitória magra coloca o time de vez no G4, mas Tite ainda reluta em falar sobre o favoritismo. Após a partida, o treinador corinthiano falou com a imprensa sobre a vitória em coletiva na casa do Timão. Tite exaltou a força coletiva e quer estar na cola dos líderes até a reta final.

"Não dá para passar de três jogos e vai do céu ao inferno. Não dá. Deixa construir. Os últimos dez jogos mostra quem vai brigar pela Libertadores. Queremos o G5, G6, G7... E nos dez últimos jogos define quem chega na Libertadores e quem bate campeão", explicou.

A força coletiva e a paciência do time em trocar passes e buscar o espaço foi um dos pontos tocados pelo técnico. Ele elogiou a equipe em procurar furar o forte bloqueio santista.

"Quando veio a escalação, nós tentamos projetar, e imaginamos duas linhas de quatro com dois de movimentação, pegando nossos dois volantes, liberando nossos zagueiros. Disse a eles que ia abrir linha de passe para zagueiro. Tínhamos de agredir, retomar a bola no campo rival. Tivemos mais de 600 passes no jogo, 16 finalizações, oito no gol. Vanderlei esteve em noite feliz."

Se no domingo, Marquinhos Gabriel brilhou, nesse, foi Giovanni Augusto. Mais uma inversão de Tite deu frutos, com gol do camisa 17.

"No jogo passado, sobrecarregado ficou Giovanni Augusto e Marquinhos teve evidência. Nesse jogo foi inverso. Aparece Giovanni. Isso é jogo, e esse espírito dele prevalecer."

Agora o Corinthians coloca sua série de três jogos à prova em confronto contra o Coritiba, sábado, novamente na Arena Corinthians, em Itaquera. Com 10 pontos, o Alvinegro ocupa a terceira colocação.