Em meio a indefinições, Tite sinaliza Corinthians para clássico com Palmeiras

Treinamento foi separado em dois campos; Vilson está fora, enquanto Yago volta ao time titular e Guilherme se recupera e pode ir a campo

Em meio a indefinições, Tite sinaliza Corinthians para clássico com Palmeiras
Foto: (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Nesta sexta-feira (10), Tite comandou o penúltimo treinamento da equipe do Corinthians antes do clássico desse domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. O treinador contou com o retorno do meio campista Guilherme, que não treinou durante a semana devido a dores no joelho. Vilson machucado está fora da partida. Yago volta ao time titular.

O técnico do Timão não fez trabalho tático, o que impossibilitou a confirmação do time que vai a campo no domingo. O treino foi separado em dois campos, com os defensores em um e os atacantes em outro. Tite ficou entre os dois campos e observou tudo de perto. Finalizações e jogadas defensivas também foram treinadas. Alguns jogadores foram mais tarde ao campo porque faziam trabalho interno na academia. Depois do treino específico, um rachão descontraído sem alguns titulares.

A equipe titular do Corinthians vai contar com o retorno do zagueiro Yago – que estava suspenso por 30 dias por doping – e que não atuava havia seis partidas. Outro retorno será o de Guilherme. O camisa 10 não treinou durante a semana devido a dores no joelho, após pancada recebida no jogo contra o Coritiba, mas veio a campo hoje e está liberado. O zagueiro Vilson, com edema na coxa, é duvida, fará exames hoje e não deve jogar domingo. O treinador testou várias alternativas durante a semana, até mesmo Danilo entre os titulares e o recém-chegado Camacho na lateral direita.

O Corinthians fará o ultimo treino no sábado, no CT Joaquim Grava, o treinamento será fechado para os repórteres. Sem confirmação o provável time que encara o Palmeiras é: Walter; Fagner, Felipe, Yago, Uendel; Cristian, Bruno Henrique, Giovanni Augusto, Guilherme, Marquinhos Gabriel e Luciano. O alvinegro é o líder do Brasileiro e jogará sem sua torcida na casa rival pela primeira vez desde a lei estadual proíbe a entrada de torcida visitante em clássicos.