No clima das Olimpíadas, Corinthians assina acerto para formação de atletas

Corinthians e CBCf acertaram detalhes para destino de verbas para formação de atletas olímpicos. Hoje o Corinthians já conta com onze modalidades que serão disputadas nos Jogos. O clube alvinegro vai receber mais de R$ 1,4 milhões de reais

No clima das Olimpíadas,
Corinthians assina acerto para formação de atletas
Foto: (Divulgação/CBCf)

Há quarenta e cinco dias das Olímpiadas Rio 2016, o Corinthians assinou, nessa terça-feira (21), um acerto com a Confederação Brasileira de Clubes (CBCf) que tem como intuito liberar recursos para formação de atletas Olímpicos em sete modalidades. Além de basquete, handebol, judô, natação, taekwondo, tênis e vôlei, o projeto nomeado de “Corinthians Olímpico” também terá um esporte paraolímpico, a natação.

Os recursos são encaminhados através da Lei 9.615/98, a Nova Lei Pelé, a CBCf é beneficiaria de 0,5% do total arrecadado e é a responsável por gerir e repassar a verba aos clubes brasileiros. Somente vinte e cinco clubes têm direito de receber os recursos. O dinheiro destinado ao clube deve ser usado exclusivamente para formação dos atletas.

Esse momento é histórico para o Corinthians. Nos seus mais de 100 anos, é a primeira vez que o Corinthians alcança um valor, não o tamanho do valor, e, sim, o convênio para que a gente invista mais naquilo que mais nos alegra aqui no clube, que é a juventude dos atletas. Isso já é um motivo de muito orgulho para nós da diretoria, a quem eu quero agradecer bastante, a todos diretores que fizeram parte deste processo, que eu sei que não foi fácil” disse Roberto de Andrade, presidente do Corinthians.

Atualmente o Corinthians participa de outras 26 modalidades – onze Olímpicas – (asa delta, basquete, bocha, canindé, ciclismo, corrida, futebol americano, futebol master, futebol de mesa(de botão), futebol de  areia, futebol feminino, futsal, handebol, judô, mma, nado sincronizado, natação, peteca, polo, remo, rugby, skate, futebol society, taekwondo, tamboréu, tênis e vôlei).

Dessas onze modalidades Olímpicas do Corinthians, a natação é a mais forte, classificando cinco atletas para os Jogos Rio 2016: Felipe França, Leo de Deus, Thiago Simon, Brandonn Almeida e Natália de Luccas.

O clube precisa ter um trabalho reconhecido, uma experiência na modalidade que apresentou a proposta, ter estrutura, recursos humanos e demais requisitos como a adequação do seu estatuto e estar em dia com os tributos públicos", disse a ex-jogadora de vôlei Ana Moser, bronze em Atlanta 1996, da comissão que analisou e aprovou o projeto do Corinthians.

Eu sei do imenso trabalho que vocês atletas realizam aqui no Sport Club Corinthians Paulista. Então, para nós é um orgulho e uma satisfação de ver o Corinthians receber também estes primeiros recursos para o esporte olímpico e paraolímpico e para que realmente seja o primeiro de muitos que virão”, comentou Jair Alfredo Pereira, Presidente da CBC.