Cristóvão Borges lamenta derrota corinthiana para Atlético-PR: "Jogo foi muito equilibrado"

Mesmo melhor durante a partida, equipe paulista perde vários gols e cai do topo da tabela

Cristóvão Borges lamenta derrota corinthiana para Atlético-PR: "Jogo foi muito equilibrado"
Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians

Na noite dessa quarta-feira (03) o Atlético PR recebeu o Corinthians na Arena da Baixada e a missão não era fácil. Derrotar um time invicto e com o estádio com menor média de gols do campeonato e, nesse caso, missão dada não foi missão cumprida e o Furacão levou a melhor ganhando de dois a zero do até então líder do campeonato.

Cristóvão Borges, que ainda no primeiro tempo foi obrigado a fazer sua primeira substituição, colocando Guilherme no lugar do Marquinhos Gabriel, que saiu com dores musculares logo após uma entrada forte nas costas, não conseguiu o resultado esperado em suas escolhas. Já no segundo tempo, a pedidos da Fiel, o técnico colocou Marlone no lugar de Lucca e finalizou depois do primeiro gol com uma substituição ousada tirando Bruno Henrique (que pode ter feito sua última partida com a camisa alvinegra) e colocando Luciano, que por sua vez praticamente não encostou na bola.

O Corinthians vinha dominando o jogo e em uma ótima intensidade. Na coletiva logo após a partida, o técnico da equipe paulista ressalvou: “No primeiro tempo erramos muitos passes e no segundo voltamos bem, deixando o Atlético sem muita opção. Fizeram um gol, tivemos que atacar e no contra-ataque eles mataram o jogo” e prosseguiu, “Fomos bem e merecíamos uma melhor sorte, até tomarmos o gol (...) Jogo foi muito equilibrado e de muita concentração, nossa equipe é boa nisso, mas tomamos o gol e logo em seguida o segundo”.

O Corinthians mostrou total fragilidade na reposição de seus jogadores com os desfalques no banco de Danilo, barrado pela junta médica, e André cumprindo suspensão. No jogo corinthiano viu-se pouca organização e muitos erros de passe principalmente no último setor. Bruno Henrique e Fagner saíram mais uma vez como os melhores jogadores do Timão em campo.

A equipe agora faz sua preparação para encarar o Cruzeiro, domingo, na volta ao Pacaembu. O time perdeu a liderança e pode até cair mais posições, caso Palmeiras e Grêmio vençam.