Volante Jean é apresentado e garante raça e vontade com a camisa do Corinthians

Jovem volante vem do Paraná e se mostra empolgado; Corinthiano desde pequeno, tem em Ralf uma inspiração

Volante Jean é apresentado e garante raça e vontade com a camisa do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians

O Corinthians finalmente anunciou e apresentou nesta sexta-feira um de seus dois últimos reforços para 2016. Trata-se de Jean, volante de 21 anos que chega do Paraná Clube para atuar como primeiro volante na equipe de Parque São Jorge. Com contrato até 2020, ele chega pra substituit Bruno Henrique, vendido para o Palermo, da Itália, nessa semana. Os valores do negócio giram na casa dos 800 mil reais.

Destaque na equipe paranista, o jovem jogador se destacou pelo empenho, raça, mas também por ter técnica e talento apurado para sair e se apresentar para o jogo. A torcida local o tinha como um dos líderes do elenco e chega no Corinthians após ser assediado por outros clubes, como o Santos e São Paulo.

Com base no Estudiantes, da Argentina, Jean falou um pouco do seu estilo aguerrido e forma de entrega dentro de campo.

"Acredito que agregou muito na questão da raça, da vontade. Sempre tive futebol muito aguerrido, mas lá tive de me adaptar a eles. Trago meu estilo de ser para o Corinthians. Humildade para marcar, correr. No que depender de mim, raça e vontade não vão faltar."

Foi descoberto mensagens antigas em sua conta no Twitter exaltando o Corinthians, demonstrando antigo carinho pela equipe alvinegra e Jean confirmou o sentimento diferente agora na equipe do coração.

"Falar de Corinthians é difícil, mas ao mesmo tempo fácil. A dimensão do Corinthians é enorme. A ansiedade e alegria em querer estrear logo já estão aqui dentro, é normal, mas a ficha vai caindo aos poucos. Entrar no CT, ver toda essa grandeza, conhecer as pessoas, jogadores que você olhava só pela televisão. Eles chegam e te valorizam. Só posso agradecer."

Espelhando-se em Ralf, o novo volante quer manter o espírito e buscar ganhar seu espaço de forma quieta e humilde, como ele mesmo disse. "São dois jogadores em que me inspiro. Qualquer volante se espelharia neles. Ralf é referência e ídolo dentro do Corinthians. Saiu como eu, da Série B, de clubes menores. Eu poderia ser mais comparado a ele, sou mais de marcação, mas me apresento também."

Para esse fim de semana, quando a equipe corinthiana encara a Ponte Preta em Campinas, Jean ainda não está a disposição, mas Cristóvão Borges o poderá escalar bem provavelmente na próxima rodada, contra o Sport, na Arena Corinthians. Seu contrado já foi publicado no BID da CBF e ele está regularizado para atuar.