Cristóvão Borges comemora evolução do Corinthians, mas lamenta empate fora de casa

Treinador admite que empate contra o Coritiba não foi bom, ainda mais quando sua equipe esteve com um a mais na segunda etapa

Cristóvão Borges comemora evolução do Corinthians, mas lamenta empate fora de casa
Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians

O torcedor corinthiano certamente não está nada satisfeito após empate do Timão contra o Coritiba fora de casa por mais uma rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Novamente o time abriu o placar, mas sofreu na defesa, tomou o empate e voltou a mostrar deficiências técnicas, principalmente na parte ofensiva.

No entando, o treinador Cristóvão Borges revelou que gostou da sua equipe nessa noite. Para o comandante corinthiano, o time mostrou certa evolução e comemorou esse fato, mas admitiu que o empate ficou gosto de derrota, principalmente após a expulsão de João Paulo, do Coxa, já na reta final do jogo:

"Em relação aos últimos jogos, conseguimos ser mais consistente nos dois tempos do jogo. Estávamos oscilando, jogava um bem em um tempo e no outro não. Hoje foi mais constante, que é o que estamos buscando. Assim vamos conseguir os resultados que queremos. Mas, pela partida de hoje, deixamos de ganhar dois pontos."

A maior crítica dos torcedores após a partida foi o fato do Corinthians ter acabado a partida com duas alterações por fazer. Ainda no primeiro tempo, Uendel sentiu um problema e Guilherme Arana entrou no seu lugar. E nem a expulsão do volante do Coritiba mudou a postura do treinador, que explicou a atitude.

"Tem momentos. A equipe estava bem, com o jogo fluindo, desenvolvendo bem, conseguindo as variações de jogo que temos e que precisamos. Às vezes, uma substituição podia surtir efeito ou desarrumar o que estava arrumado. A equipe estava indo bem, por isso deixei."

Com o empate, o alvinegro deixou o G4, que agora tem o Santos. Atualmente na quinta posição, Cristóvão comentou sobre o resultado e a próxima partida, sábado, na Arena Corinthians, diante do Palmeiras.

"Em termos de resultado, não estamos satisfeitos, não adianta, se você não ganha, você é ultrapassado, vai perdendo posição. Mas pela partida que fizemos, que é o que estamos buscando, que a equipe seja consistente a maior parte do jogo, precisávamos dar essa resposta e demos. É um fator positivo, e o próximo jogo é um clássico. Tivemos coisas bastante positivas."

O Timão se reapresenta nessa quinta-feira já visando o derbi. Fágner é ausência certa por terceiro amarelo. Uendel, Giovanni Augusto, Guilherme e Bruno Paulo são dúvidas por lesões. A pressão pra cima do treinador corinthiano é cada vez maior, ainda mais agora com Roger Machado disponível no mercado.