Para buscar efetivação, Fábio Carille confirma Corinthians nos moldes de Tite

Interino, que está confirmado até o fim do ano, revela desejo de ser treinador e seguirá linha usada por Tite para subir equipe alvinegra

Para buscar efetivação, Fábio Carille confirma Corinthians nos moldes de Tite
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A crise instalada no atual campeão brasileiro mexeu demais com o departamento de futebol do Corinthians. Após a derrota para o arqui-rival Palmeiras, sábado em plena Arena Corinthians, onde não era derrotado há mais de um ano, fez com que o criticado treinador Cristóvão Borges fosse finalmente demitido. A enorme pressão fez até os homens fortes do futebol corinthiano serem alvos da fúria da Fiel. 

Na reapresentação da equipe, nesta segunda-feira no CT Joaquim Grava, o Timão teve o primeiro treinamento com o "efetivado" interino Fábio Carille. Confirmado por Roberto de Andrade até o final do ano, o auxiliar de Tite e Mano Menezes terá a função de resgatar o alvinegro na busca de uma vaga no G4 e disputar o título na Copa do Brasil. Pelo menos na palavra do presidente corinthiano, ele terá esse fim de temporada para mostrar serviço.

E Carille deu entrevista coletiva após os trabalhos. Ao lado do superintendente Alessandro, o novo/velho comandante confirmou o desejo de ser efetivado e inspiração em Zé Ricardo, treinador do Flamengo que passou por momento parecido no time carioca.

"É um sonho por tudo o que passei. Pra trabalhar como auxiliar, você precisa pensar como treinador, abrir a cabeça do treinador. Nunca deixei de pensar como treinador e agir como auxiliar. Sempre manifestei minha vontade de ser treinador. O Zé Ricardo no Flamengo, um interino que a diretoria deu respaldo, está lá em cima. Pode acontecer. São os resultados e crescer. Quem sabe? É um sonho e a possibilidade está aí."

Ainda que tenha expressado o desejo de ficar como técnico, Carille dependerá dos próximos resultados para saber a real situação. Já na quarta-feira, o seu time tem duelo decisivo contra o Fluminense em Itaquera. Pela Copa do Brasil, o Timão entra com vantagem do gol fora após empate por 1 a 1. Pelo Brasileiro, o time está quatro pontos atrás do Santos, quarto colocado.

"Tenho de viver o dia-a-dia, trabalhar o jogo contra o Fluminense. Se eu for pensar até quando vou ficar, vou me perder. Quero dar um padrão para esse time."

E para trazer novos ares, Fábio usará os ensinamentos do atual treinador da Seleção para montar um Corinthians mais seguro e parecido com o que o torcedor se adaptou a ver.

"Sempre deixei claro que quero ser treinador. Depois de trabalhar cinco anos com Tite, essa é a linha que eu quero seguir. Eu me sinto honrado e feliz de estar no Corinthians, a cada dia fazer meu melhor. Dar tranquilidade aos atletas. Somos muito avaliados por resultados, e não pelo trabalho. Mas tenho certeza que ambos serão positivos."

O futuro de Fábio Carille está direcionado aos resultados e o teste de fogo pela Copa do Brasil pode ser definitivo. Ainda restam alguns treinamentos e a equipe ainda não está confirmada pelo novo técnico.